Publicidade

Parauapebas conquista segundo ‘Gestor Nota 10’ consecutivo

As medidas adotadas nos últimos meses pela gestão municipal, sob comando do prefeito Valmir Mariano e da secretária de Educação, Juliana de Souza, colocam a educação de Parauapebas, mais uma vez, como destaque no cenário nacional. Na última terça-feira (19), o reconhecimento desse trabalho veio na forma do prêmio “Gestor Nota 10”, durante o 8º Encontro Nacional de Secretários Municipais de Educação, evento intitulado “Educando 2014”.

Este é o segundo ano consecutivo em que Parauapebas ganha o prêmio. Em 2013, o município esteve entre as 50 localidades brasileiras contempladas. Destinada a gestores municipais da educação que mais se destacam durante o ano corrente, a comenda utiliza como critérios de avaliação o bom uso dos recursos da educação, a estratégia de valorização da equipe de profissionais e a promoção e elaboração de projetos que contribuíram para o desenvolvimento da educação em seus diversos níveis.
Além de ganhar o “Gestor Nota 10” nas edições do ano passado e deste ano, a educação da rede pública municipal conquistou, em março último, outro prêmio nacional: a “Palma de Ouro”. A educação de Parauapebas foi destaque ainda na última edição do “Anuário MultiCidades” e possui o título de melhor infraestrutura escolar da rede pública do Pará, segundo levantamento realizado pelo portal QEdu.


RECONHECIMENTO
O troféu “Gestor Nota 10” foi recebido pelo secretário-adjunto da pasta da Educação, Rui Santos de Amorim, para quem tal comenda representa o reconhecimento de um trabalho desenvolvido com afinco, seriedade, responsabilidade e compromisso do governo municipal com cada aluno da rede pública. “Esse reconhecimento nos enche de alegria e demonstra que fazemos parte de um governo comprometido com a educação e que nos dá condições para trabalharmos”, destaca Rui Amorim.
Para a secretária Juliana de Souza, o desenvolvimento de projetos na área pedagógica, as melhorias em infraestrutura, o investimento de mais de 27% da arrecadação na área educacional e o comprometimento do governo e de toda a equipe foram decisivos para alcançar as conquistas. “Os municípios são obrigados a investir, no mínimo, 25% de sua arrecadação em educação. Aqui em Parauapebas, a Lei Orgânica do Município preconiza que temos de investir pelo menos 27%. Ainda assim, em 2013 investimos 33% de nossa receita e, para este ano, a previsão é de que ultrapassemos essa porcentagem”, explica Juliana de Souza.

Ao comemorar a premiação, a gestora não deixou de elogiar o esforço coletivo de sua equipe. De acordo com a titular da Semed, professores, coordenadores pedagógicos, gestores e técnicos têm sido fundamentais no processo de construção de uma educação cada vez mais sólida e de qualidade. “Nossa gestão conta com uma equipe de profissionais qualificada. Primamos por uma educação de excelência, com transparência e responsabilidade, em respeito às nossas crianças. Todo o nosso trabalho gira em torno da aprendizagem do estudante”, afirma.

MUNICÍPIO APRESENTA AO BRASIL EXPERIÊNCIA DE SUCESSO DO CEPEJA
O 8ª Encontro Nacional de Secretários Municipais de Educação abre espaço para que os municípios compartilhem projetos inovadores e que deram certo na área educacional.
Na oportunidade, Parauapebas apresentou a representantes de todo o Brasil sua experiência com o Centro de Ensino Personalizado de 5ª a 8ª Série (6º ao 9º ano) para a Educação de Jovens e Adultos (Cepeja). Instituição fundada com o objetivo de dar oportunidade de conclusão do ensino fundamental a cidadãos maiores de 15 anos que foram impossibilitados de frequentar o ensino regular na idade apropriada, o Cepeja atende de forma semipresencial, individual e especializada.

O Centro já atendeu a mais de seis mil alunos em Parauapebas e contribuiu significativamente para a diminuição da evasão escolar e distorção idade-série no município, além de elevar a taxa de alfabetização local. “O grande diferencial do Cepeja é a capacidade de se ajustar às necessidades dos alunos. O Centro possui uma equipe de profissionais capacitados, dispõe de horários flexíveis e permite que o aluno estabeleça seu ritmo de estudo”, descreve o secretário-adjunto Rui de Amorim, ao mencionar que o projeto despertou o interesse de vários dos secretários participantes do encontro.
“Muitos dos secretários solicitaram cópia do projeto do Cepeja porque têm interesse em conhecer profundamente a modalidade e o método de ensino ofertados, o que, para eles, é novidade. Os gestores mostraram-se interessados em implantar projeto similar em seus municípios. Todo o Brasil ganha com isso”, conclui o secretário-adjunto.

Reportagem e foto: Messania Cardoso

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu