PARAUAPEBAS: Dois primos recebem visita de namoradas no natal e são presos por estupro

PARAUAPEBAS: Dois primos recebem visita de namoradas no natal e são presos por estupro

Antônio Silvestre Mendes da Silva e Flávio Eduardo Cunha Ferreira, foram presos e autuados em flagrante pelo crime previsto no artigo 213 do Código Penal Brasileiro (CPB), estrupo contra as vítimas I. O. S e L., de 15 e 17 anos, respectivamente.

Maria Antônia, mãe de Antônio Silvestre, conversou a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar e disse estar sofrendo pelas prisões do filho e do sobrinho, que estão sendo, em sua opinião, “vítimas do ódio da mãe das menores, que, por não se conformar com o romance dos jovens, cometeu tamanha injustiça”.

Ainda de acordo com Maria Antônia, as garotas falavam o tempo todo que não foram forçadas a nada, tendo ido para as casas dos respectivos namorados por gostar deles, preferindo passar as festividades natalinas ao lado dos acusados de estupro.

Maria Antônia, mãe de Antônio Silvestre

 

O delegado responsável pelo caso, José Aquino, esclareceu que, independente do ato sexual ser consensual ou não, pelo fato de tratar-se de pessoas menores de 18 anos, configura-se na lei como estupro, o que já é suficiente para lavrar o flagrante. “Tanto as garotas, quanto os acusados estavam despidos no momento da chegada da polícia, que foi acionada pelo Conselho Tutelar. Assim, após os dois acusados terem sido presos, foram encaminhados para a Carceragem do bairro Rio Verde”, detalha Aquino, esclarecendo que, neste caso, o depoimento das vítimas, por ser menores de 18 anos, não conta, sendo tirado delas para anexar ao Inquérito Policial apenas os exames de corpo de delito.

Desfecho

Após serem ouvidos, os jovens foram liberados por força de Alvará.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!
Portal Pebinha de Açúcar 11 anos | Você merece o melhor conteúdo!
toggle