Publicidade

Parauapebas polariza maior parte de investimentos na região

A microrregião de Parauapebas, composta pelos municípios de Parauapebas mais Canaã dos Carajás, Água Azul do Norte, Curionópolis e Eldorado do Carajás, é uma das mais importantes do Estado do Pará e do Brasil. Num pequeno pedaço de terra de 23.056,372 quilômetros quadrados (Km2), pouco maior que o Estado de Sergipe (21.915,116 Km2), residem em torno de 284 mil habitantes e 196 mil eleitores, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fevereiro de 2014.
São essas pessoas que fazem circular uma produção total de riquezas de R$ 23,46 bilhões, o equivalente a R$ 1 de cada R$ 4 produzidos no Pará. Da microrregião de Parauapebas saem 26,55% do Produto Interno Bruto (PIB) paraense. E é desse minúsculo pedaço de terra que sai, também, mensalmente, US$ 835 milhões ou um dólar de cada 19 produzidos e exportados pelo Brasil, a melhor relação de produção-exportação nacional.

Diante desses números, em que o peso de Parauapebas é preponderante, seja em número de habitantes e eleitores, seja em potencial econômico, o município se tornou polo de concentração de investimentos do Governo do Estado para a Região de Carajás, dado o fato de o governador Simão Jatene (PSDB) enxergar na microrregião um celeiro promissor para a consolidação de bases econômicas que privilegiem a qualidade de vida das comunidades locais.
De acordo com o presidente do Diretório Regional do PSDB, José Rinaldo Alves de Carvalho (o Zé Rinaldo), as ações do Governo do Estado podem ser percebidas em diversos eixos.


MOBILIDADE
Os 68 quilômetros da PA-275, entre as cidades de Parauapebas e Eldorado do Carajás, estão totalmente revitalizados. O governo do Estado investiu quase R$ 26 milhões, em recursos próprios, para recuperar essa importante via, por onde circulam 500 veículos diariamente no fluxo intermunicipal. “Até o final deste ano, o governador Jatene pretende asfaltar mil quilômetros de estradas no Pará”, explica Rinaldo, esclarecendo que a malha viária paraense de rodovias estaduais pavimentadas é de 3 mil quilômetros.

EDUCAÇÃO
Uma escola de ensino médio está prevista para o Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, com vistas a beneficiar a comunidade de 15 mil habitantes. O investimento é de R$ 3,8 milhões. O prédio vai ser entregue ainda este ano para atender a centenas de jovens do bairro e adjacências. De acordo com o Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil, divulgado em 2013, a população maior de 18 anos e com ensino médio completo de Parauapebas apresentou evolução. Atualmente, 38,59% dos parauapebenses com essa idade concluíram o ensino médio. Há dez anos, o índice era menos da metade: 16,61%. No Brasil, a taxa de ensino médio completo para maiores de 18 é de 37,89% – portanto, menor que a de Parauapebas.

SAÚDE
O governador Simão Jatene confirmou que atenderia pedido do governo municipal, que solicitou a regionalização do Hospital Municipal de Parauapebas (HMP). Quando se tornar regional, o HMP poderá atender, também, aos municípios de Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado do Carajás, Água Azul do Norte, todos estes integrantes à microrregião de Parauapebas. A meta do governo é criar 1.000 novos leitos para atender a saúde de todo o Pará. Dados do Ministério da Saúde apontam que, hoje, a rede de saúde de Parauapebas tem demanda de, em média, 600 internações mensais e é marcada por elevada incidência de dengue e por diversas vítimas de sinistros.

SEGURANÇA
O governo do PSDB está investindo mais de R$ 4 milhões na construção da Cadeia Pública Masculina de Parauapebas, que deve ser entregue este ano. A unidade prisional é uma obra importante em face do crescimento demográfico acelerado da região nos últimos anos. O governador Jatene pretende zerar o déficit de vagas no sistema carcerário do Estado até o final do ano, com a criação de cerca de seis mil novas vagas e a construção de 22 novos centros de detenção. Os investimentos totalizam R$ 115 milhões.

ZONA RURAL
O governo do PSDB busca criar alternativa econômica à extração mineral, base econômica de Parauapebas, e melhorar as condições de vida do produtor rural, beneficiando mais de 2 mil famílias de produtores no município, dando supervisão técnica por meio da Emater e da Adepará. Por isso, tem fomentado linhas de crédito para incentivo à pecuária mista e à hortifruticultura, a partir de recursos oriundos do Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf).

Reportagem: Assessoria do Diretório Municipal do PSDB de Parauapebas

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu