Banner Educar


Polícia ainda não sabe o paradeiro de bandidos que assaltaram agência dos Correios em Parauapebas

Polícia ainda não sabe o paradeiro de bandidos que assaltaram agência dos Correios em Parauapebas

Segundo informações de testemunhas, o trio alegou querer apenas o dinheiro dos caixas da agência

Era por volta das 09h00 de quarta-feira (21), quando a agência dos Correios localizada no centro comercial de Parauapebas, sudeste do Pará, foi alvo de criminosos que invadiram a empresa de Correios e telégrafo e anunciaram o assalto.

Segundo informações repassadas à Polícia Militar pelas vítimas, os três homens entraram nos Correios naturalmente e armados, anunciaram o assalto.
Ainda de acordo com a polícia, os bandidos teriam chegado em um gol branco que foi estacionado nas proximidades da agência. Dentro do Correio eles renderam os funcionários e levaram o dinheiro do caixa e exigiram o valor que estaria no cofre da agência.
Após cometerem o crime eles saíram dos Correios como se nada tivesse ocorrido.

Nossa equipe de reportagens conversou com uma pessoa que estava dentro da agência na hora do ocorrido, ela que preferiu não ser identificada por medo de represália, afirmou que os elementos não fizeram reféns e disseram que eram trabalhadores e que estavam ali apenas atrás do dinheiro do governo corrupto.
“Foi tudo muito rápido, eles chegaram com a arma em punho e afirmaram que não queriam machucar ninguém e que estavam ali apenas para levar o dinheiro do governo, e que eram trabalhadores como todos que estavam ali”, relatou a vítima.

Ainda segundo a testemunha, após realizar o assalto, o trio saiu naturalmente antes da chegada da polícia no local que chegou minutos depois.
“Tudo estava tranquilo, porém, quando um funcionário dos Correios tentou escapar pelos fundos, pois ele fez um barulhão assustando a todos que estavam ali. Os elementos saíram andando como se nada tivesse ocorrido. Nunca havia presenciado uma situação como essa, o sentimento é de impotência e total insegurança”, destacou a testemunha.

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!