Publicidade

Polícia Civil conclui investigação do caso do homem foi queimado na rua

Acusado de ter praticado o crime. Foto: Divulgação | Polícia Civil

A 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, com apoio do 23º Batalhão de Polícia Militar, apurou a identidade do homem acusado de atear fogo sobre o indivíduo Edmilson Gomes de Anchieta, 36 anos, em situação de rua, enquanto dormia debaixo de uma árvore, na Avenida Cristo Rei, Bairro Rio Verde, em Parauapebas, como foi divulgado com exclusividade AQUI no Portal Pebinha de Açúcar. O acusado de praticar o crime é Sivanildo Pereira de Sousa, conhecido como “Pastelzinho ou Pastel”.

Segundo o delegado Felipe Oliveira, a motivação dos fatos foi em razão de brigas anteriores entre os envolvidos. A vítima das queimaduras, que trabalhava como flanelinha nas proximidades da Praça do Cidadão, na tarde do infortúnio investigado, teria desferido um golpe com barra de ferro em desfavor do suspeito, por discussão entre as partes. Diante disso, o indiciado passou o restante do dia à espreita do flanelinha, aguardando o momento em que este fosse dormir na rua, oportunidade em que lançou sobre o corpo da vítima líquido inflamável, ateando-lhe fogo logo em seguida.

Saraiva publicidade

Através de imagens de câmeras de filmagens nos locais mediatos e de depoimentos testemunhais, a polícia apurou que o autor dos fatos seria um pasteleiro autônomo da cidade que vendia pastéis nas proximidades de onde a vítima vigiava carros. O suspeito encontra-se evadido desde a tarde seguinte aos fatos.

A polícia obteve a qualificação completa do suspeito, o qual foi indiciado no bojo Inquérito policial e teve sua prisão preventiva representada junto ao Poder Judiciário.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu