Publicidade

Polícia prende em Anapu suspeito de envolvimento em dois homicídios em Parauapebas

A polícia prendeu nesta terça-feira (2), no município de Anapu (PA), a 530 quilômetros de Parauapebas, o indivíduo Antônio Carlos de Sousa da Silva, conhecido por Carlinhos ou “Tranca Rua”, suspeito de ter envolvimento nas mortes de Jadson Oliveira da Silva e João Matheus da Conceição Silva, assassinados em Parauapebas, respectivamente, em 11 de agosto e 15 de setembro deste ano.

Jadson Oliveira da Silva estava com prisão preventiva decretada pela Justiça de Parauapebas, suspeito de ter envolvimento em ambos os crimes de homicídio, mas ele foi preso em Anapu por porte ilegal de arma de fogo, pois, de acordo com a lei eleitoral, ninguém pode ser preso cinco dias antes nem dois dias depois das eleições do próximo domingo (7), a não ser em flagrante delito.


Caso Jadson Oliveira – Jadson Oliveira, 19 anos de idade, foi assassinado nas primeiras horas da manhã do dia 11 de agosto, em um bar localizado na Rua Cláudio Coutinho, no Bairro da Paz, em Parauapebas.

A vítima se encontrava no bar acompanhada da esposa, quando um homem foi até o andar de cima, pediu para que todos se afastassem e disparou vários tiros de arma de fogo, um deles atingindo a cabeça de Jadson, que perdeu a vida ali mesmo.

A polícia chegou à conclusão que Jadson Oliveira foi executado por Marcos Vinícius de Sousa Oliveira, a mando de Antônio Carlos. Cinco dias depois da morte de Jadson, Marcos Vinícius se envolveu em confronto com policiais militares, foi baleado e também morreu.

Caso João Matheus – Já João Matheus da Conceição, de 18 anos, conhecido por “Cobra”, foi encontrado decapitado, com profundos cortes de facão na cabeça, barriga, vísceras expostas e sem o coração, na margem esquerda do Rio Parauapebas, em área pertencente à Floresta Nacional de Carajás, em frente ao antigo balneário da Fia, no Bairro União, em Parauapebas.

Informações colhidas na época pela reportagem junto à polícia e populares que conheciam a vítima deram conta que cerca de dez homens pegaram João Matheus no Bairro Liberdade, desceram o Rio Parauapebas de canoa e à margem da floresta mataram o rapaz.

Segundo a polícia, Carlinhos figura como mandante da morte de Jadson Oliveira e como participante da execução de João Matheus.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu