Publicidade

Polícia prende matador de estudante horas depois do homicídio

A Polícia Civil localizou e prendeu, poucas horas depois do crime, o indivíduo Bruno da Silva Martiniano, 20 anos de idade, acusado de ter executado com três tiros de revólver o estudante Juvêncio Teixeira Barroso, no Bairro Betânia, em Parauapebas, como foi noticiado AQUI no Portal Pebinha de Açúcar.

O crime contra a vida de Juvêncio Barroso, 26 anos de idade, natural de Imperatriz (MA), ocorreu por volta das 21 horas desta quinta-feira (6), na Rua Matusalém, Bairro Betânia, quando a vítima retornava da escola para casa.


Segundo a polícia, o acusado foi localizado e preso em flagrante delito por volta das 23 horas de ontem (quinta-feira) no Apt 44 do Bloco 12, do Residencial Alto Bonito. Junto com Bruno Martiniano a polícia apreendeu uma motocicleta, a arma usada no crime e uma pequena quantidade de maconha.

De acordo com o delegado Gabriel Henrique, ao receber voz de prisão Bruno Martiniano confessou o assassinato que acabara de cometer, justificando que matara Juvêncio Barroso porque havia uma rixa entre ambos, uma vez que a vítima teve relacionamento amoroso com uma mulher, de prenome Carolaine, que teve um filho de Juvêncio, e hoje ela é companheira de Bruno Martiniano.

Conforme ainda a autoridade policial, há aproximadamente quatro meses Bruno Martiniano foi preso em flagrante delito por roubo qualificado.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

All articles loaded
No more articles to load
Fechar Menu