Publicidade

Portaria de Acesso à Carajás continua interditada por manifestantes

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (22) a portaria que dá acesso ao núcleo urbano e as minas de Carajás está interditada por manifestantes que moram na “Área do Linhão do bairro Tropical”.

A manifestação é pacífica, porém, o acesso à funcionários da mineradora Vale e suas respectivas contratadas ao Núcleo de Carajás está impossibilitado.


ENTENDA A MANIFESTAÇÃO
Diante da reintegração de posse requerida pela Vale, da faixa de terra adquirida por meio de contrato de servidão, onde foi transferida a posse do imóvel à Mineradora Vale, para a implantação da linha de transmissão de energia elétrica das minas do Sossego e Onça Puma, onde cerca de 400 famílias ocuparam a área.
O mandado de reintegração de posse foi expedido pela juíza Eline Salgado Vieira da 2ª. Vara Cível de Parauapebas, determinando a desocupação pela Polícia Militar do estado do Pará, no prazo de 15 dias a contar do último dia 15 de setembro.

O primeiro ato de manifesto das famílias aconteceu na última sexta-feira (17), quando os populares se organizaram e formaram uma frente de manifesto, ocupando a frente da Prefeitura de Parauapebas.

Ainda na noite de quarta-feira (17) cerca de mil pessoas moradoras da área do linhão, se reuniram para saber quais as decisões da Vale. Onde foram informados sobre a ata da reunião com a diretoria e ficaram aguardando a decisão da empresa. Os moradores do Linhão protestam que já residem há mais de ano no local e não tem para onde ir, portanto reivindicam que a Vale os indenize ou providencie uma moradia digna para abrigar suas famílias e que lhes concedam condições de mudanças com seus pertences e benfeitorias realizadas na área.

Na quinta-feira a direção da Vale voltou atrás na negociação e disse que não tem o que conversar com as famílias e vai mandar cumprir o Mandado Judicial e que eles procurem seus direitos. A Comissão dos moradores do Linhão se reuniu novamente e iniciou na manhã desta segunda-feira (22) uma manifestação na Portaria de Acesso à Carajás.

Reportagem: Juno Brasil / Bariloche Silva
Fotos: Enviadas via WhatsApp

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu