Publicidade

Prefeitura comenta sobre interdição da “Estrada de Acesso à Ferrovia”

Com relação à interdição de um trecho da Estrada Faruk Salmen, na manhã desta quinta-feira (13), por ocupantes de uma área denominada Nova Vitória, localizada às margens da referida estrada, a Prefeitura de Parauapebas faz o seguinte esclarecimento:

O prefeito Valmir Mariano recebeu por volta de 11 horas de hoje (13) uma comissão de moradores representante daquela comunidade. Ao prefeito, a comissão informou que a comunidade construiu uma escola com três salas de aula na localidade e exigiu que o município colocasse no espaço professores para ministrar aulas para alunos do 1º e 2º ciclos; disponibilizasse transporte escolar para os estudantes; pavimentasse as ruas da localidade; e doasse um transformador de energia elétrica para captar água de um poço artesiano construído pelo Saaep.


Após ouvir a pauta de reivindicação, o prefeito Valmir Mariano, que estava acompanhado do chefe de gabinete José de Fátima Rodrigues, da ouvidora Neuracy Pereira Braga e do assessor de comunicação Walmor Costa, foi enfático em informar que o município não pode legalmente fazer nenhuma benfeitoria na ocupação, em virtude de a área ainda pertencer à União e ser também considerada área de risco para moradia.

O gestor municipal ratificou que a prefeitura está preocupada com a segurança daquelas famílias, lembrando que em outra reunião, há cerca de seis meses, deu essa informação aos representantes daquela comunidade e ordenou que a prefeitura fizesse levantamento por meio de cadastro das famílias que ocupam a área, para ingressá-las nos programas de habitação, mas os moradores não deixaram os servidores fazerem o cadastramento.

Na reunião desta quinta-feira, o prefeito reforçou a necessidade de se fazer o cadastramento das famílias, pois assim o governo municipal vai poder ter condições para assentar os ocupantes em área segura e poder fazer eventuais indenizações de benfeitorias.

Os representantes saíram do gabinete do prefeito informando que iriam passar os encaminhamentos tratados na reunião para as demais famílias que ocupam a área.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu