Publicidade

Prefeitura recebe da Vale estrutura da escola Jorge Amado

Construída pela empresa privada em 2009, como parte integrante da Estação Conhecimento, a unidade educacional funcionava por meio de um convênio firmado entre a Prefeitura e a Fundação Vale, sendo que o corpo de funcionários e a administração da instituição já era de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

De acordo com o documento assinado, a cessão ocorre por meio do regime de comodato. Dessa forma, assim como sua respectiva gestão e funcionários, a manutenção da estrutura física também passa a ser de total responsabilidade da Prefeitura por um período de 20 anos.


Ao todo, são mais de 30 mil metros quadrados, divididos entre a área do prédio escolar, composto por seis salas de aula, anfiteatro, laboratório de informática, sala de leitura, sala de apoio, bloco administrativo, banheiros, refeitório, cozinha industrial, passarelas cobertas e alojamento para os professores; e a área do complexo esportivo, com campo de futebol oficial, pista de atletismo, vestiários e duas salas onde funcionam as aulas do programa Mais Educação.

A escola, que conta atualmente com mais de 50 funcionários e atende a cerca de 250 alunos, da Educação Infantil à Educação de Jovens e Adultos (Eja), antes de ser entregue à Prefeitura foi ampliada e reformada. “Hoje a comunidade recebe um presente: uma escola nova, ampla e com espaços adequados, o que contribui muito para o ensino e a aprendizagem. Aqui já funcionamos em tempo integral, com atividades extras, o que torna o aprendizado muito mais significativo para esses alunos e melhora o rendimento escolar”, afirma Juliana de Souza, secretária municipal de Educação.

Segundo a diretora da instituição, Lúcia Santana, as atividades oferecidas aos alunos nos horários extras são informática, horta, educação física e as do programa mais Educação: letramento, dança, futebol e artesanato.

“Sabemos das carências que o país sofre na área de educação, tanto com relação à infraestrutura quanto à valorização dos profissionais. Nesse contexto, parabenizamos o município de Parauapebas pelos investimentos realizados na área e enfatizamos que estamos aqui para apoiar esse processo de melhoria contínua na educação de Parauapebas”, destacou o diretor de operações Ferrosos Norte da Vale, Paulo Horta.

O prefeito Valmir Mariano finalizou os discursos das autoridades presentes no evento destacando a importância do trabalho realizado em parceria com a Vale no município e reforçando que uma das alternativas econômicas para a cidade é a transformação desta em um polo do conhecimento.

“A educação é um dos pilares do nosso governo. Além dos investimentos que temos feito em infraestrutura, também ofertamos qualificação para os profissionais que atuam nessa área. Como exemplo, temos as formações continuadas e o curso de pós-graduação para professores da rede pública municipal, que será ofertado em breve”, destacou Valmir Mariano.

Renovação de convênio para assistência técnica

Além do documento de cessão da área da escola, também foi assinado durante a cerimônia o Termo Aditivo ao Convênio nº 014/2010 entre o município de Parauapebas, a Fundação Vale e a Estação Conhecimento.

O documento trata da permanência do apoio técnico dos servidores que atuam na Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) junto aos produtores rurais da Vila Apa, assim como a cessão de alguns profissionais para atuarem no laticínio que será implantado e gerenciado pelos próprios produtores, com o apoio de um programa específico desenvolvido pela Estação Conhecimento.

Reportagem: Karine Gomes
Foto: Anderson Souza

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu