Publicidade

Prêmio da Música Brasileira em Parauapebas dia 21/06

O Prêmio da Música Brasileira, que terá mais uma versão itinerante, estará presente em Parauapebas no dia 26 deste mês. A apresentação se fará presente até no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, prestando uma homenagem especial a Tom Jobim, passando por São Luiz, Marabá, Parauapebas, Belém, São Paulo, Vitória, Belo Horizonte e Itabira.

Farão parte da excursão os artistas Adriana Calcanhotto, João Bosco, Roberta Sá, Zélia Duncan e Zé Renato, tendo como apresentador o ator Murilo Rosa. A turnê itinerante do Prêmio da Música Brasileira percorrerá o Brasil com o patrocínio da Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) do Ministério da Cultura.

Saraiva publicidade

Murilo Rosa fará um apanhado dos melhores momentos da cerimônia do municipal e contará a história de Tom Jobim, grande homenageado do ano. Adriana Calcanhotto interpretará, entre outras, “Eu sei que vou te amar”, “Estrada do sol” e “Outra vez”, em dueto com Zélia Duncan, que cantará ainda canções como “Desafinado” e “Luiza”.

Homenageado do ano passado, João Bosco volta à estrada para reler músicas imortais, como “Chega de saudade” e “Águas de março”, além de fazer um dueto com Zé Renato em “Tereza da praia”. Zé Renato relembrará “Garota de Ipanema” e “Por causa de você” e fará um segundo dueto com Roberta Sá, em “Eu te amo”. Sozinha, Roberta canta, entre outras, “Sabiá” e “Insensatez”. Um número final surpresa reunirá todos no palco. Cada cidade terá um artista local, interpretando “Wave”.

Para a versão itinerante, José Maurício Machline criou um novo roteiro, mostrando toda a riqueza da obra de Tom Jobim. “A turnê itinerante a cada ano só nos dá mais alegria e a parceria com a Vale é fundamental para conseguirmos realizar esse projeto tão especial. É lindo ver a música brasileira viajando pelo país, indo onde o povo está, em total sintonia com o espírito do prêmio”, frisa.

A direção musical da cerimônia do municipal e da versão itinerante do prêmio é de Jaques Morelenbaum, que acompanhou Tom Jobim por muitos anos. Na turnê, ele também tocará cello e estará ao lado do pianista João Carlos Coutinho, de Lula Galvão (violão), Jorge Helder (contrabaixo), Rafael Barata (bateria), Marcelo Costa (percussão) e Carlos Malta (sax e flauta).
Criada em 1988, a premiação de maior prestígio da música brasileira se consolidou por não apenas resgatar e celebrar grandes nomes do cenário nacional, mas, sobretudo, avalizar carreiras de artistas iniciantes ou com expressão de alcance regional, como aconteceu em 2012, quando apresentou para todo o Brasil a revelação pernambucana Herbert Lucena.

O Prêmio da Música Brasileira valoriza a nossa música no que ela tem de melhor: sua capacidade de se reinventar e manter o nível de excelência que a fez reconhecida mundialmente. O prêmio enaltece o esforço e o talento dos cantores, músicos, arranjadores e produtores do Brasil e reúne, no mesmo dia e no mesmo palco, as mais variadas manifestações musicais do país. (Assessoria de Comunicação da Vale)

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu