Publicidade

Professora é homenageada por ser destaque no Prêmio Professores do Brasil

A Escola Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, de Parauapebas, realizou na manhã desta terça-feira (9) uma cerimônia em homenagem à professora Carlene Alves Cardoso.

A educadora foi destaque estadual na categoria educação infantil/pré-escola da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil, com o projeto “Recitando e Encantando”.

Saraiva publicidade

“Para mim foi uma grande satisfação ser professora destaque nessa premiação, representando a escola em que trabalho e a rede de educação do município”, comemora Carlene Alves.

A professora detalha que seu projeto surgiu pela necessidade das crianças que ao retornar do período de férias apresentavam muitas dificuldades na linguagem oral/escrita, e por isso fez o projeto incluindo essas crianças, o que o diferenciou das outras propostas de trabalho.

Como resultado, ela conta que as crianças passaram a ler convencionalmente, a partir da memorização da poesia e da declamação, tendo no final um sarau com a participação de toda a comunidade.

A iniciativa do Ministério da Educação e parceiros busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

O ato foi aprovado pelo secretário municipal de Educação, Raimundo Oliveira Neto, que qualifica como significativa a participação de professores da rede municipal de ensino.

“Isso mostra que temos professores antenados com a realidade, buscando formas diferentes de ensinar motivando as crianças para o mundo do conhecimento”, explica Raimundo Neto, dando ainda como mais importante por se tratar do início delas no mundo da poesia com o tema “Cantando e encantando”, o que as estimulam a entrar no mundo da literatura.

Além de participar do processo de premiação, os professores desenvolvem exercício de reflexão sobre a própria prática, o que garante o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.

Quanto ao projeto da professora Carlene Alves, Raimundo Neto diz que os demais professores são incentivados a fazerem isto, não descartando outras experiências que já vêm dando certo nas escolas municipais.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu