Publicidade

Professores de Parauapebas participam de exposição do Projeto Educanvisa no DF

Um grupo de professores lotados na Secretaria Municipal de Educação (Semed) participou nos dias 7 e 8 do corrente mês do encontro denominado “Educação e saúde: Uma dose certa para uma vida saudável 2014”, do Projeto Educanvisa (Educação em Vigilância Sanitária), em Brasília (DF), com a participação de educadores de várias unidades federativas do país.

Representado pelos professores Francisco Alves dos Santos e Adilene Soares Silva, da Escola Jean Piaget; Raimunda Rodrigues Fleires e Helenilde de Jesus Aroucha Silva, da Escola Faruk Salmen; e Janes Vargem Costa, técnica de História do 3° e 4° Ciclos da Semed, o grupo de Parauapebas apresentou num estande atividades e imagens de plantio de árvores feito na escola Faruk Salmen, alimentação saudável e uso racional de remédios, além de receitas de comidas típicas do Pará.


Objetivo
Implantado em Parauapebas desde 2009, por meio de convênio firmado entre a Prefeitura – secretarias de Educação e Saúde – e a Anvisa, o projeto capacita educadores para que promovam ações educacionais em saúde, a fim de transformar seus alunos em agentes multiplicadores do conhecimento e para que, assim, ajudem a disseminar no meio em que vivem, principalmente na família, conceitos básicos sobre alimentação saudável e os riscos relacionados ao consumo de medicamento e de alimentos industrializados.

Para a professora Raimunda Fleires, o Educanvisa procura promover, por intermédio de atividades preventivas, a saúde da população, democratizando informações sobre danos, riscos, legislação e outros cuidados com a alimentação. “O projeto busca romper a visão popular tradicional de que vigilância sanitária é apenas o controle de higiene em bares e restaurantes”, detalha a educadora.

Por seu turno, a coordenadora Janes Costa avalia que o evento foi bastante produtivo. “Levamos para o encontro muitas experiências positivas para compartilharmos com os outros municípios, como também amostras das atividades práticas desenvolvidas em Parauapebas. Exemplo disso é a proposta de um cardápio inovador para merenda escolar, com a inclusão de alimentos regionais riquíssimos. Levamos também bastantes coisas boas, como a possibilidade de estabelecer uma parceria com a Divisão de Alimentação Escolar (Dae) para melhorar ainda mais a alimentação dos alunos, exemplo de parceria bem sucedida em outros estados”, relata.

Reportagem: Waldyr Silva / Messania Cardoso
Foto: Raimunda Freires

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu