Publicidade

Projeto Judiciário pretende alcançar meta de 80% em conciliações pré-processuais dentro da FAP 2014

O Poder Judiciário em cooperação com o Ministério Público e Defensoria Pública estão realizando dentro da Feira de Agronegócios de Parauapebas-FAP, ações que viabilizarão conciliação pré-concessual ao público que procurar o atendimento. O serviço é gratuito realizado por servidores voluntários, auxiliares da Justiça como também servidores designados pelo órgão.

A meta almejada é de 80% para os casos apresentados, aos interessados devem basicamente estar de posse de todos os documentos. A medida foi tomada com o principal objetivo de fazer com que o Poder Judiciário nesse evento cultural que é a FAP busque mais aproximação da sociedade aos serviços típicos oferecidos pelo judiciário. De acordo com Líbio Araújo Moura, juiz de direito da Comarca de Paraupebas, esta também é uma oportunidade de colocar em evidência as atividades desempenhadas pelos magistrados e desmistificar preconceitos acerca do afastamento social. “Estamos otimistas e dispostos a oferecer este atendimento, pois a equipe do judiciário se preparou para esta possível demanda”. Disse Líbio Araújo Moura.

Saraiva publicidade

Esta parceria do poder Judiciário e o Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas- Siproduz, vem desde o ano passado na FAP e por ter dado certo, este ano a FAP 2014 abre as portas para que a população tenha acesso aos serviços públicos de igual modo dentro da programação.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu