Publicidade

Remo supera dificuldades, vence o Paragominas e decidirá a final segundo turno do Parazão 2015

Foi difícil, mas o Clube do Remo está na final do segundo turno do Campeonato Paraense 2015. Em jogo contra o Paragominas, nesta terça-feira (21), no Mangueirão, o Leão sofreu, mas conseguiu bater o Jacaré pelo placar de 1 a 0.

Em primeiro tempo bastante corrido, o resultado foi decidido em jogada de contra-ataque que culminou em um belo gol do meia Eduardo Ramos, que chutou da entrada da área no ângulo do goleiro Maicky Douglas. No segundo tempo, sobrou lance de perigo para os dois lados, mas o Leão se segurou e garantiu a vaga.


Agora, o Clube do Remo vai esperar o vencedor do confronto entre Paysandu e Parauapebas, que jogam nesta quarta-feira (22), no Mangueirão. A final está marcada para o dia 26 deste mês, o próximo domingo, às 16h, no Estádio Olímpico do Pará.

Além do Parazão, o Remo terá a disputa da Copa Verde, em jogos no dia 30 de abril e 7 de maio, diante do Cuiabá-MT.

1º Tempo: Golaço e vantagem parcial – No começo do jogo, o Remo começou a mil por hora. Mesmo sem o velocista Rony, a equipe de Cacaio implantou ritmo alucinante e dominou o sistema defensivo nos primeiros minutos, tendo várias oportunidades para abrir o placar.

A melhor foi quando Alex Ruan escapou livre na ponta esquerda, após passe de Ratinho, tendo a opção de Bismark, que estava livre, ou chutar a gol. O lateral escolheu bater a gol, mas não pegou bem na bola e o goleiro Maicky Douglas fez a primeira de grandes defesas na primeira etapa.

Depois do susto, o Paragominas resolveu sair para o jogo. Valorizando a posse de bola e chamando o Remo para o ataque, o Jacaré também teve as suas chances, principalmente nos cruzamentos para a área do Leão. Em uma delas, Fabiano não conseguiu cortar e quase o atacante Rodolfo Bastos colocou para dentro da rede.

Com a marcação acertada, o Paragominas dificultou a saída de bola dos donos da casa e encaminhou o empate no primeiro tempo. Mas foi aí que o camisa 10 azulino apareceu. Em contra-ataque rápido, Eduardo Ramos carregou a bola e fez tudo sozinho, mandando um chute com muita categoria da entrada da área, no ângulo de Maicky Douglas. 1 a 0.

O gol acendeu o torcedor e o time, que foi para cima em busca do segundo gol, quase veio em cruzamento de Levy e testada de Rafael Paty, que raspou a trave do PFC. Final de primeiro tempo e vantagem parcial do Clube do Remo.

2º Tempo: Sufoco e classificação – No segundo tempo, o Remo veio com o mesmo propósito ofensivo, dando a sensação de que o segundo gol seria questão de tempo. O torcedor se empolgou, aumentou o canto e incentivou os jogadores, o clima era totalmente favorável para uma tarde tranqüila de classificação.

O Paragominas, por outro lado, não entrou em acordo com os azulinos e partiu para cima, dando muito mais trabalho que na etapa inicial. Com as entradas de Luquinhas e Uander, o time do técnico Charles Guerreiro armou uma verdadeira blitz na área do Clube do Remo, que se fechou na tentativa de um contra-ataque.

Quando Beá entrou, formando o trio de ataque, o PFC se expôs, mas Eduardo Ramos, peça decisiva no primeiro tempo, já não tinha condicionamento físico suficiente para dar arrancadas, assim como o meia Ratinho, que foi substituído por Felipe Macena.

Fabiano não fez grande defesas, mas teve uma tarde de sorte. Os atacantes do Paragominas pecavam na hora ‘H’, como no último lance do jogo, quando Rogério Rios fez cruzamento na cabeça do atacante Beá, que estava livre na área, mas o jogador mandou para fora, rente a trave remista. A bola saiu e o alívio para o torcedor veio com o apito final do árbitro, na sequência, dando novo gás para o Leão na luta por uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA: (Remo 1 x 0 Paragominas):

Remo: Fabiano; Levy, Max, Igor João e Alex Ruan; Ameixa, Ilaílson, Ratinho (Felipe Macena) e Eduardo Ramos; Bismark (Sílvio) e Val Barreto. Técnico: Cacaio

Paragominas: Maicky Douglas; Rogério Rios, Cristovam, Douglas, Victor Souza (Uander); Ronald, Lucas Gaia, Cristiano Gaúcho (Beá) e Bruno Maranhão (Luquinhas); Aleílson e Rodolfo Bastos. Técnico: Charles Guerreiros:

Gol: Eduardo Ramos (Remo)

Cartões Amarelos: Ameixa (Remo) / Rogério Rio, Beá, Aleílson e Rodolfo Bastos (Paragominas)

Árbitro: Andrey da Silva e Silva

Estádio: Mangueirão, Belém (PA)

Reportagem e fotos: ORM News

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu