Publicidade

Salame desiste e partido adere a Tião Miranda

Nome sempre cotado como possível candidato a reeleição, o atual prefeito João Salame acabou declinando da prerrogativa e o seu partido, o PMDB, de última hora, anunciou adesão à aliança pela eleição do ex-prefeito e hoje deputado Tião Miranda (PTB). A convenção do PMDB, que tem chapa forte na corrida a cadeiras de vereador, aconteceu no final da tarde da última sexta-feira (5), na Marabá Pioneira e ratificou o caminho a ser seguido.

Já na quinta-feira (4), em entrevista a blogues da cidade, Salame havia reconhecido que estava fora da disputa, embora todo o seu grupo político tenha lhe aguardado até a última hora. A uma página do Facebook, o prefeito reconheceu que não havia ambiente para a sua reeleição, uma vez que seu governo foi prejudicado pelo momento econômico, falta de apoio, não conclusão de obras, entre outros fatores. Também disse que não declararia apoio público a nenhum outro candidato.


PMDB

A convenção do PMDB foi liderada pelo presidente do partido, deputado João Chamon, e reuniu nomes como os ex-deputados Asdrubal Bentes e Cristina Mutran, o ex-prefeito Nagib Mutran, e vereadores como Guido Mutran, Coronel Araújo e Ubirajara Sompré, os quais tentarão reeleição.

Segundo Chamon, o partido tem uma chapa muito forte para vereador e ambiciona conseguir fazer bancada na próxima legislatura, levando às urnas 25 candidatos, entre atuais vereadores, mas também figuras públicas que recentemente se filiaram e devem ter uma ampla votação.

“Fui um dos que sempre defendeu candidatura própria do PMDB a prefeito de Marabá e teríamos condições para isso. Infelizmente, vários fatores acabaram mudando os rumos. Apesar disso, o partido terá uma participação importante e propositiva para o nosso município”, declarou João Chamon.

Mais tarde, após a sua própria convenção, Tião Miranda esteve na sede do PMDB e posou para foto com os membros da Executiva do partido.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu