Banner Educar


Secretaria de Saúde de Canaã esclarece sobre preocupação com febre amarela

Secretaria de Saúde de Canaã esclarece sobre preocupação com febre amarela

Diante da preocupação com o aumento do número de casos de febre amarela no país, sobretudo em municípios do estado de Minas Gerais, a Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás esclarece à sociedade que o município, até o momento, não vive uma preocupação além do habitual em relação a um possível surto. No entanto, ainda assim, é preciso continuar conscientizando a população para o combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor dessa doença, da dengue, zika e chikungunya.

No Pará, assim como em outros estados do país, a vacina contra a febre amarela está disponível no Calendário Nacional de Vacinação, não sendo, portanto, uma imunização de “campanha”, como tem sido divulgado, erroneamente, por meio de redes sociais. Canaã dos Carajás recebe doses da vacina com base na população apurada pelo IBGE, portanto, aquém da realidade. Nesse sentido, a secretaria pede apoio ao cidadão que já está imunizado para que não procure novamente as unidades de saúde para uma dose desnecessária da vacinação, o que pode prejudicar o acesso a outras pessoas, além de aumentar o risco de eventos adversos à vacina.

São necessárias duas doses, com intervalo de 10 anos, para imunização contra a doença. Portanto, adultos que já receberam as doses NÃO precisam tomar mais nenhuma dose. As crianças com menos de cinco anos e que não foram imunizadas podem receber a primeira dose a partir dos nove meses (seis meses se forem visitar uma região com surto) e uma dose de reforço próximo aos 5 anos de idade. A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam e pacientes em tratamento de câncer.

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!