Publicidade

Semana de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual é realizada com sucesso em Parauapebas

Para o secretário municipal de Assistência Social, Alex Fontenele, a data 18 de maio é em memória aos 43 anos do assassinato de Araceli Crespo, que foi brutalmente morta em 1973, na cidade de Vitória, Espírito Santo. A escolha do dia é uma lembrança para toda sociedade brasileira.

“Por esse motivo, envolvemos, toda a rede de atendimento e proteção como Ministério Público, Conselho Tutelar, corpo técnico da Semas e comunidade para podermos de uma forma unida e de mãos dadas avançar nesse sentido em busca de acabar com o abuso e à exploração sexual em Parauapebas”, destaca.

Saraiva publicidade

De acordo com o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas (Comdcap), Aldo Serra, o momento representa envolvimento social e reflexão das pessoas. “Estamos todos aqui reunidos, refletindo e debatendo o tema, uma vez que a campanha aborda o tema De mãos dadas contra o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes”,declara.

Para a delegada titular da Mulher, Ana Carolina Abreu,debates se fazem necessários para que os crimes sobre essa questão sejam prevenidos e combatidos. “Por meio desse encontro estreitamos laços entre a rede de proteção da criança e do adolescente e a comunidade, pra que possa haver mais prevenção e até mesmo punição quando uma criança sofre algum tipo de violação sexual”, ressalta.

“É de extrema importância participar das palestras, debates e assistir a peça de teatro. Só assim para conhecermos os procedimentos da rede de proteção da criança e do adolescente”, finaliza a dona de casa, Dirce Oliveira Silva, participante do evento.

Reportagem: Janaina Ravanelli

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu