Banner Educar


Servidores dos Correios de Parauapebas aderem à greve nacional

Servidores dos Correios de Parauapebas aderem à greve nacional

Iniciada no primeiro minuto de segunda-feira, 12, a greve dos servidores dos Correios determinou a paralisação da categoria em todo o país.

O motivo do ato, conforme explicado pelo membro da diretoria estadual do Sindicato dos Carteiros, Atendentes e OTT do Estado do Pará (SICOT), Everaldo Freitas, foi uma forma de demonstrar o descontentamento com a decisão de Mensalização do Plano de Saúde que é o compartilhamento do serviço.
Ainda de acordo com Everaldo, a empresa que administra o serviço entrou na justiça, cuja decisão favorável a ela, saiu ontem.

Outro agrave que também é estimulante aos servidores a ingressar à greve, foi a suspensão das férias já agendadas por diversos trabalhadores. “É um direito constitucional garantida na CLT, não podemos abrir mão disso”, esclarece Everaldo, detalhando que aguardam decisão de discussão que está acontecendo em Belém, no Sindicato; e em Brasília, através da Federação.

 

Em Parauapebas, dos 44 servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), 28 são carteiros; porém, Everaldo explica que o percentual determinado em Lei está nas ruas efetuando as entregas, mas admite que haja atraso nos serviços.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Fechar Menu
error: Reprodução proibida!