Publicidade

Shirlean assume interinamente a SEMED e é bem recebido pelos servidores

Mal assumiu interinamente a Semed, e Shirlean começou a mostrar trabalho. Ele convocou um encontro com os diretores de escola na tarde desta terça-feira (21) e se apresentou formalmente como o responsável pela pasta, até segunda ordem. Os gestores estiveram em peso à reunião, temerosos de que pudessem ser demitidos, uma vez que foram colocados ali por Francisca Ciza, que naufragou após um tsunami acumulado por vários temporais.

Saraiva publicidade

Shirlean anunciou a pauta da reunião à equipe e falou um pouco de sua trajetória, inclusive de sua carreira como vendedor na Leolar, onde, após dois anos, subiu ao cargo de gerência e, daí, não parou mais de crescer na empresa. “Não caí de paraquedas aqui no governo. Diferentemente do que falam por aí, eu fui convidado à equipe do prefeito Valmir Mariano para somar, e não para atrapalhar ou fazer fofoquinhas”, informou, rebatendo as críticas de que não teria competência para assumir a secretaria.

“Quero ter a oportunidade de mostrar o meu trabalho. E, para isso, preciso contar com a ajuda de cada um de vocês, diretores. Comigo, não haverá perseguição porque quem trabalha não tem tempo para perseguir. Eu quero resultados, e com esses resultados que espero construir com a parceria de diretores, coordenadores e professores, silenciar as críticas que me estão sendo feitas sem que eu tenha sequer oportunidade de mostrar a que vim”, enfatizou o secretário interino, prometendo resolver, urgentemente, pendências concernentes à contratação de servidores – e ele iniciou essa tarefa, à presença de todos, assinado contratos pendentes.

Shirlean também pontuou as carências de algumas escolas pelas quais já passou, visitando, e se comprometeu a saná-las. “Não é uma missão fácil tomar conta da maior secretaria municipal em termos de demanda e de funcionários. Mas estou aqui para compor a melhor equipe de trabalho que Parauapebas já viu.”

Os diretores apresentaram suas demandas e disseram estar à disposição do secretário interino para que a Semed comece a fazer a diferença, já que, segundo os próprios, a imagem da secretaria está “maltratada”, “desgastada” e “sem credibilidade”. Grande parte deles, aliás, defende o nome da educadora Francineide Bezerra para assumir a Diretoria Pedagógica.

DIA TRANQUILO
O dia 21 de maio entra para a história da educação neste governo como o mais calmo da Semed. Não foram ouvidos gritos, baixaria em corredor, lamúrias e pedidos demasiados. Shirlean atendeu a um bom número de populares, dialogou com vereadores e com secretários de governo e até conseguiu almoçar. A paz se instaurou no hall da Semed.

Houve quem tenha feito até filmagem para postar em redes sociais, não acreditando que tal organização fosse, de fato, na Secretaria de Educação, já que a pasta vinha acumulando um histórico de desordem, bagunça e arruaça de todo azar em 2013.

Reportagem: Sol do Carajás

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu