Publicidade

Traficantes são presos em flagrante em Parauapebas

O tráfico está mesmo na mira da Polícia Militar de Parauapebas, e “ai” dos que insistem em “tentar viver do modo fácil”, pois, ‘os homens da lei’ têm investido esforços e inteligência para coibir esta prática que, de acordo com o subcomandante do 23º BPM, Major Emmett Alexandre da Silva Moulton, desestabiliza a segurança das pessoas de bem.

E foi com o objetivo de coibir tal prática delituosa que guarnições da Polícia Militar obtiveram êxito tirando de circulação alguns traficantes. Um deles foi Heraldo Chaves Sousa, com quem foi encontrada uma quantia de cocaína. O flagrante se deu na Rodovia PA-275, nas proximidades do Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC); para onde o sargento Leomar e o soldado Coutinho, embarcados na VTR 2301 se dirigiram após serem informados das evidências que ali acontecia transação comercial de entorpecentes.


“O objetivo não é apenas flagrar o usuário, mas, chegar ao fornecedor, pois, se desestabilizarmos os pontos de venda enfraqueceremos o verdadeiro traficante e assim o sucesso da ação é ampliada”, comemora o Major Emmett Alexandre da Silva Moulton, contando que ao perguntar ao flagrado, Heraldo Chaves Sousa, se o mesmo teria mais droga, o mesmo os levou os policiais da guarnição até sua residência onde foi encontrada mais uma quantidade do mesmo entorpecente.

Assim, Heraldo foi apresentado na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, preso por tráfico de entorpecentes, crime previsto no Artigo 33 da Lei nº 11.343.

Outro caso de prisão por prática de tráfico de entorpecentes ocorreu também na madrugada desta sexta-feira (11); ato feito pela VTR 2315, sob o serviço do cabo Rodrigo e soldado Medeiros, que informados sobre uma comercialização de drogas no Bairro Nova Vida I, se dirigiram ao local onde encontraram uma movimentação estranha, tendo conseguido com o consentimento da proprietária da residência, senhora Raquel, encontrar maconha e pedra.

Diante do flagrante a medida cabível foi dar voz de prisão e conduzi os envolvidos à DEPOL, onde foi lavrado flagrante por tráfico de entorpecentes, crime previsto no Artigo 33 da Lei nº 11.343.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu