Publicidade
A casa caiu

Três assaltantes morrem durante troca de tiros com a polícia em Parauapebas

Por volta das 13h20 do último sábado (11), três indivíduos morreram em uma intervenção policial. De acordo com o cabo PM S. Barros, sua guarnição, Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (Rocam), realizava policiamento ostensivo na região, quando foi informada por uma mulher que teria acabado de sofrer um assalto e que uma dupla teria levado sua moto.

“Estávamos fazendo ronda na Rua do Comércio, no bairro Rio Verde, quando uma vítima nos abordou e informou que tinha sido roubada e nos apontou a direção em que os assaltantes teriam se evadido. Nas buscas percebemos quando os mesmos entraram na mata próximo a área do reservatório do Saaep, bairro Nova Vida II”, explica o policial, acrescentando que o local é de difícil acesso por ser mata fechada, momento em que um trio teria se juntado com mais dois comparsas e atiraram em direção aos policiais. “Infelizmente eles não quiseram ser presos e ir sentado, e sim deitados, e no local, os mesmos vieram para cima da polícia e aí deu o que deu. Mais uma vez a polícia deu a resposta para a sociedade, em menos de 10 minutos a moto da vítima foi recuperada e os indivíduos tirados de circulação”, relatou o PM.

Ainda segundo a polícia, os três mortos tinham passagem pela polícia, por tráfico de drogas, assaltos e roubo de motos. “Haviam cinco dias que eles estavam tocando terror na cidade”, contou S. Barros.

De acordo com informações repassadas à reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, o foco dos elementos eram motos modelo Honda Bros, sendo que na área que eles foram mostos, era uma espécie de esconderijo. “Já viemos aqui várias vezes, mas passávamos batido, só que dessa vez eles perderam”, finalizou o PM.

Após levantamento de praxe realizados pelos Investigadores de Polícia Civil, Ricardo e Walmir, por volta das 16h40, os corpos foram removidos do local pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), para passar por exames de necropsia no Centro de Perícia Científica Renato Chaves de Parauapebas.

 

Na delegacia, o Grupo Tático Operacional (GTO), que também participou das buscas na mata, apresentou um revólver calibre 38 municiado e dois simulacros, um de revólver e outro de pistola, além de três papelotes de maconha.

Até o fechamento desta matéria apenas um morto havia sido identificado, trata-se de Mateus Sousa de Carvalho, 19 anos de idade.

Reportagem: Neide Folha, com informações de Caetano Silva

Publicidade
Publicidade

Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing LTDA-ME
CNPJ: 05.200.883.0001-05 Parauapebas-Pará-Brasil
(94) 99121-9293 | (94) 981342558

Todos os direitos reservados © 2017 Pebinha de Açúcar Comunicação & Marketing Ltda-ME
Desenvolvimento Web: Agência Maktub

To Top
error: Reprodução proibida!