Publicidade

Usuários de energia elétrica reclamam do aumento da taxa de iluminação pública

É grande o número de reclamações que circulam nas redes sociais de Parauapebas, com relação à taxa de iluminação pública que vem na conta de luz da concessionária Celpa.

De acordo com as reclamações, o aumento no preço da taxa de iluminação pública ocorreu depois que a prefeitura começou substituir as lâmpadas comuns por luminárias superled.


Secretário explica – Em comentário publicado nas redes sociais, o secretário municipal de Urbanismo, Edmar Cruz Lima, explica que o aumento da taxa de contribuição de iluminação pública não tem relação com o novo parque de superled que a prefeitura vem instalando na cidade.

De acordo com o secretário, o Custeio de Iluminação Pública (CIP) é reformulado em todo o país a cada três anos. Em Parauapebas, essa da taxa foi revisada em 2006 e agora em 2018, desta vez, com o nome de Linearlização, que significa equalizar a conta de forma que cada contribuinte pague aproximadamente 11 por cento do valor da energia que consome.

“Mas temos comprovação de contas que passaram a pagar menos”, sintetiza Edmar Lima, colocando-se à disposição dos usuários na Secretaria Municipal de Urbanismo (Semurb) para outros esclarecimentos.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu