Publicidade

Valmir Mariano diz que não irá abrir licitação para grandes empresas e que cooperativas de vans continuam

Durante discurso proferido semana passada em ocasião da inauguração de uma escola de educação infantil ocorrida na Palmares II, o prefeito de Parauapebas foi enfático ao afirmar “que não irá abrir licitação para que grandes empresas assumam o transporte coletivo do município”. Segundo Valmir Mariano, as cooperativas de vans irão continuar.

“Em diversas reuniões com membros do governo, várias pessoas pediram que em fevereiro em abrisse uma grande licitação e colocasse aqui em Parauapebas uma Júlio Simões ou Transbrasiliana, ou outra empresa qualquer para cuidar do transporte de nossa sociedade. Eu optei por uma cooperativa, fui o único da Prefeitura que optou pela cooperativa, estou trabalhando diuturnamente para que nós possamos através das cooperativas de vans fazer um grande projeto de transporte urbano. Reunimos todas as cooperativas em uma só, fomos ao Banco da Amazônia, fizemos um grande projeto para que se torne realidade esse novo modelo de transporte que queremos para a nossa sociedade. Já estamos na reta final deste projeto, como não podemos colocar grandes ônibus, devido as ruas serem estreitas e mau planejadas, colocaremos ônibus com 32 lugares, com acessibilidade e todos climatizados. Está sendo um grande desafio, mas estamos trabalhando para que esse trabalho seja realidade o mais breve possível”, destacou o prefeito de Parauapebas Valmir Mariano (PSD).


Audiência Pública
Nesta sexta-feira (8 de novembro de 2013), por volta das 9h00min da manhã será realizada nas dependências da Câmara Municipal de Parauapebas, uma Audiência Pública com o objetivo de discutir com comunidade em geral e autoridades, sobre o Projeto de Lei 028/2013 que vai regulamentar o transporte de Parauapebas e que está tramitando na Casa de Leis.

Reportagem: Bariloche Silva – Da redação do Portal Pebinha de Açúcar

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu