Publicidade

Vândalos jogam gasolina em morador de rua e ateiam fogo

Foto: Ilustração

Na madrugada desta quinta-feira (25), o morador de rua identificado como Edmilson Gomes de Anchieta, 36 anos de idade, foi vítima de uma covardia que por muito pouco não teve como saldo negativo a perda de sua vida.

De acordo com informações repassadas à equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar pelo sargento Nelson, do Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada por volta de 00h15 para atender a uma ocorrência na Avenida Cristo Rei, no Bairro Rio Verde, em Parauapebas, nas proximidades de um posto de combustíveis, e ao chegar por lá se deparou com um corpo totalmente em chamas em uma calçada pública.


“Chegamos às pressas ao local e foi detectado que se tratava de um morador de rua. Após algum momento, percebemos que foi jogado gasolina sobre ele, enquanto o mesmo estava dormindo, e logo após atearam fogo no mesmo. Quando chegamos ao local, avistamos o corpo totalmente em chamas e fizemos os primeiros atendimentos com a ajuda de um morador que reside nas proximidades onde o crime foi realizado. Conseguimos controlar as chamas e encaminhamos a vítima ao Hospital Municipal de Parauapebas”, relatou o bombeiro, afirmando que a situação da vítima é bastante delicada, tendo em vista que, de acordo com os primeiros levantamentos da equipe médica que a atendeu, 100% de seu corpo foi atingido pelas chamas, com suspeita de queimadura de quarto grau.

Momento em que a vítima recebeu os atendimentos médicos

 

Chuva pode ter evitado o pior

Ainda de acordo com o sargento Nelson, a chuva que caiu em Parauapebas no início da madrugada pode ter sido um fator importante para que a vida de Edmilson Gomes não tenha chegado ao fim.

“A chuva ajudou a apagar as chamas. Se não tivesse chovido no momento da ocorrência, com certeza o dano teria sido maior e a vítima tinha vindo a óbito”, relatou Nelson, que tinha sua equipe composta pelos soldados Eduardo e Dourado.

Inquérito será aberto

Investigadores da Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas irão abrir inquérito para tentar descobrir e posteriormente prender a pessoa que jogou gasolina e logo após ateou fogo no corpo do morador de rua no Bairro Rio Verde, em Parauapebas.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu