Publicidade

Vereador Dr. Charles solicita implantação de subprefeituras em Parauapebas

A medida que a cidade cresce, aumenta também a demanda por políticas públicas que atendam melhor a população. Mas nem sempre o poder público consegue atender ou acompanhar de perto, principalmente nos bairros mais distantes da região central da cidade. Preocupado com essa situação o vereador Charles Borges (SDD) apresentou a Indicação N°001/2014 sugerindo ao prefeito Valmir Mariado que implante subprefeituras na Palmares I e II, Vila Sanção, Colônia Paulo Fonteles, Vila Cedere I e na Comunidade Santa Rita.
Ao justificar a proposta, o parlamentar argumentou que essas são regiões antigas, que abrigam um grande número de habitantes e necessitam de um olhar mais próximo da administração.
Segundo estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2013 o número de habitantes em Parauapebas ultrapassou a casa dos 176 mil. Quem anda pela cidade percebe claramente o quanto ela tem crescido, são inúmeros bairros novos e todos os dias chegam mais pessoas a cidade.
A indicação foi aprovada durante a primeira Sessão Ordinária de 2014 da Câmara Municipal e será encaminhada para o prefeito e para o procurador geral do município Marcones da Silva.

Creches para idosos
Outra indicação proposta por Charles foi a N°002/2014, solicitando ao prefeito e a Secretária Municipal de Ação Social, Leudicy Leão, a implantação de creches para idosos, com localização em uma área central dos bairros.
O vereador acredita que assim proporcionará aos idosos e seus familiares uma melhor qualidade de vida e integração social. “Constantemente assistimos casos de acidentes com idosos que ficam sozinhos ou não têm pessoas capacitadas para acompanha-los. Eles tem dificuldades de se alimentar, medicar, até mesmo de fazer suas necessidades básicas e as famílias não tem condições de pagar um profissional que ajude”.
A ideia é que as creches para idosos disponibilizem atividades, brincadeiras, prática de exercícios físicos e conte com o trabalho de profissionais como cuidadoras, fisioterapeutas e nutricionistas.


Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu