Publicidade

Vereador Marcelo Parcerinho chama gestor do Saaep de irresponsável

Fotos: Arquivo | Anderson Souza

Durante seu pronunciamento no “grande expediente” da sessão ordinária da Câmara de Parauapebas na última terça-feira (23), no qual tem direito a 10 minutos para comentar sobre assuntos diversos na tribuna da Casa de Leis, o vereador Marcelo Parcerinho (PSC) não poupou críticas ao vice prefeito de Parauapebas, Sérgio Balduíno, que é atualmente o gestor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep).

Segundo comentou o parlamentar, recentemente ele esteve participando de um evento em uma escola e presenciou um número grande de moradores que estavam pegando água com o auxilio de galões em uma caixa d’água do Saaep localizada entre os bairros Cidade Jardim e dos Minérios.


“Fiz uma visita em uma escola que estava tendo ação social próximo ao Polo Moveleiro e gravei um vídeo de um pessoal pegando água em galões em um poço artesiano. Os moradores reclamavam que a água que chega às torneiras de suas respectivas residências, nos bairros Tropical, Cidade Jardim e Novo Horizonte, não é de boa qualidade. Fui ao Saaep pedir uma análise da água e vou pedir outra independente, para ver se os dois resultados batem, porque muitas vezes uns falam que a água não é de qualidade e precisamos comprovar de forma científica. Fiz um vídeo sobre essa situação e passei diretamente do meu celular para o gestor do Saaep e o vídeo foi publicado nas redes sociais. Tenho 99% de certeza de que foi o irresponsável do gestor que publicou esse vídeo. Esse irresponsável não tem o que fazer na vida. Outro dia reclamei da falta de água em minha casa e ele mandou filmar, mas é tão irresponsável que filmou a casa de um vizinho e não a minha”, relatou Marcelo Parcerinho.

Ele declarou ainda que tem medo de o gestor perder o endereço de sua casa, “porque a noção ele já perdeu. As pessoas não reclamaram da falta de água e sim da qualidade. Ao invés de conversar, ele postou o vídeo nas redes sociais. Quero que resolva a situação daquele povo e se comprove se a água é de qualidade ou não”, desabafou o parlamentar.

Carta aberta

Em carta aberta dos servidores do Saaep ao vereador Marcelo Parcerinho, Sérgio Balduíno informa que o processo de tratamento de água executado pelos profissionais do Saaep é submetido a constantes análises internas e externas, com certificados de qualidade nacionais e internacionais.

 

“No caso específico do poço situado entre os bairros Cidade Jardim e dos Minérios, foi instalada uma torneira para que a população pudesse manter o costume de pegar a água ‘direto da fonte’, como fazia antes que a autarquia assumisse a administração do local, tendo em vista que a água que abastece os bairros adjacentes é em grande parte proveniente deste poço, e tomando como verdade que aquela água é ótima para o consumo ao ponto das pessoas irem buscá-la direto em sua fonte. É impossível acreditar que o serviço responsável pelo tratamento da água fosse piorar a qualidade de seu produto, antes que este chegasse ao consumidor final”, diz trecho da carta.

O gestor da concessionária de água assegura que, “infelizmente, em alguns casos as caixas d’água e tubulações residenciais não estão completamente de acordo com as recomendações do Saaep, o que pode interferir na água que sai da torneira de cada usuário”.

“Estes simples esclarecimentos já demonstram o descalabro e a ignorância de quem usa de sua influência e da boa fé de nossa gente para desviar atenções e aparecer após um recente revés eleitoral”, alfineta Sérgio Balduíno, referindo-se ao vereador Marcelo Parcerinho.

O missivista encerra afirmando que “nós, os servidores desta autarquia, merecemos respeito e exigimos responsabilidade com o que é informado à população”.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu