Publicidade

Vereadora assina CPI da saúde depois se arrepende e rasga documento

A Sessão Ordinária que foi realizada na Câmara Municipal de Parauapebas na última terça-feira (2) tinha tudo para ocorrer de forma tranquila, porém, a reunião terminou de forma bastante polêmica e deixou quem estava prestigiando a sessão sem entender muita coisa.

A confusão generalizada se iniciou quando o atual presidente da Casa de Leis, vereador Josineto Feitosa (SDD) estava discursando no “grande expediente”, na oportunidade, Josineto tecia várias críticas ao atual titular da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas, Dr. Rômulo, por sua vez, o vereador Charles Borges (SDD) pediu um aparte e falou: “Presidente, então assine o pedido da CPI que está prontinho e só falta uma assinatura para apurarmos tudo isso”.

Saraiva publicidade

ASSINATURA CPI

Por sua vez, a vereadora Irmã Luzinete (PV), que também é candidata a Deputada Estadual, de imediato disse que também assinaria. Na hora os vereadores Charles e Eliene Soares (PT) viram uma chance de desenterrar a CPI que já contava com quatro assinaturas: a do Charles, Eliene, Pavão (SDD) e Arenes (PT) e de imediato pediram que assessores do parlamento buscassem o documento e de pronto foi assinado pela vereadora Luzinete. Com a assinatura da parlamentar a CPI da saúde até que enfim seria instalada, porém, não se sabe por qual motivo, mas a vereadora Irmã Luzinete se arrependeu da assinatura e com isso, deu fim a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que seria montada para investigar a situação da saúde em Parauapebas, como licitações, gastos e outras áreas.

Para falar sobre o assunto, a equipe de reportagem do Portal Pebinha de Açúcar tentou contato com a vereadora Irmã Luzinete, mas não obteve sucesso.

Reportagem: Bariloche Silva / Luis Vieira
Fotos: Divulgação

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu