Publicidade

VI Semana de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiência encerra nesta sexta (26)

Com o objetivo de mobilizar as entidades, sensibilizar a sociedade, poderes público e privado, com relação às políticas para a pessoa com deficiência, aconteceu no último sábado (20), no ginásio esportivo do Bairro Beira Rio, a abertura da VI Semana de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiência. Uma iniciativa do Conselho da Pessoa com Deficiência com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

O evento contou com a presença de representantes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) e da gestora da Semas, Leudicy Leão, que reforçou o compromisso e atenções da Prefeitura, através de sua secretaria, para asinclusão das pessoas com alguma limitação. “Temos lutado e conseguido melhoria na acessibilidade em escolas e prédios públicos do município e também inserimos muitos portadores de necessidade especial no mercado de trabalho”, lembrou a secretária.


Edivaldo Lima, presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMDPDP), e ele próprio deficiente visual, falou que a maior dificuldade do portador de necessidade especial está em se locomover pela cidade. “A acessibilidade ainda é o maior desafio da pessoa com necessidade especial, principalmente em ruas e prédios”, afirmou.

O atleta paraolímpico de Parauapebas, Raifran Mesquita, lembrou os ensinamentos de seu antigo professor de jiu-jitsu, Islander Souza. “Ninguém é pior ou melhor que ninguém e devemos manter em foco seu objetivo sem importar as limitações”, ressaltou o judoca da seleção brasileira de judô paraolímpico que recentemente garantiram o inédito primeiro lugar por equipes no mundial em Colorado Springs, que foi realizado nos Estados Unidos.

Entidades voltadas aos direitos da pessoa com deficiência estiveram presentes na abertura que contou apresentações de judô, capoeira e a de Nadia Santos e Paulo Augusto, ambos deficientes auditivos, que representaram através da linguagem de sinais a música “Pra Ser Feliz”, do cantor Daniel, emocionando os presentes. A programação da VI Semana de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiênciaterá panfletagem, palestras e capacitação para os conselheiros e se entende até sexta-feira (26) encerrando com uma caminhada com saída do quartel da Polícia Militar, na avenida F.

Reportagem: Anderson George
Fotos: irisvelson Silva

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu