Publicidade

XVIII Torneio de Pesca Esportiva de Piçarra é realizado com sucesso

A solenidade de abertura ocorreu na quinta-feira, 25, e teve a participação do prefeito municipal Wagne Machado, do deputado estadual João Chamon, do prefeito de Curionópolis Wenderson Chamon, do prefeito de São Geraldo Jorge Barros, do prefeito de Jacundá Dino Atoé, do prefeito de Canaã dos Carajás Jeová Andrade e o seu vice Alexandre Pereira, e também do prefeito de Araguaína Alan Brasil.

O Torpep teve sua primeira edição no ano de 1998, desde então virou a marca do município de Piçarra, sendo aprimorado a cada ano, atraindo um público de turistas e pescadores cada vez maior de todas as regiões brasileiras. O torneio é realizado na Vila Itaipavas, que abrange um arquipélago contendo 32 ilhas, às margens do rio Araguaia, rio que abriga todas as espécies de peixes de água doce do Brasil, além de espécies de quelônios; embora propício para a pesca, o rio em Itaipavas também esconde alguns perigos, como pedrais e jacarés.


Dino Atoé disse que o torneio é uma das manifestações esportivas mais lindas do estado; Alan Brasil destacou a competência do governo Wagne Machado em garantir a continuidade da tradição em Piçarra de forma excelente e parabenizou a iniciativa de preservar o rio Araguaia e a sua biodiversidade.

Jorge Barros, que esteve pela primeira vez no Torpep, disse que ficou surpreso com tamanha beleza e organização; já Jeová Andrade destacou a importância de bem cuidar do rio Araguaia e também de praticar a pesca consciente, “Estamos imensamente feliz por poder contribuir de alguma forma com a realização deste projeto tão importante para o estado”, disse Jeová.

O prefeito Wagne Machado mostrou-se bastante emocionado com a abertura do Torpep, destacando que foi necessário transpor diversos obstáculos para que o evento pudesse ocorrer conforme planejado. “Temos investido nas várias esferas municipais, mas temos tido um carinho todo especial por este torneio, não por ser mais ou menos importante que os demais setores, entretanto, é a nossa principal porta de entrada do turismo intermunicipal e estadual”, disse Wagne.

O momento mais empolgante dentro da programação da solenidade de abertura do XVIII Torpep, além da largada para a pesca do jaú, foi a palavra do ministro da Pesca Helder Barbalho, que não poupou elogios ao torneio, sua organização e gestão do prefeito Wagne Machado, e fez pronunciamentos extremamente importantes.

Segundo Helder, a pesca esportiva em sua gestão será ampliada, inclusive o mapeamento das estratégias para 2015 e 2016 já ocorreram, e no segundo semestre deste ano será lançado o campeonato nacional de pesca esportiva, onde a região norte está inclusa no calendário do campeonato, que deverá ocorrer no segundo semestre de 2015 e no primeiro semestre de 2016. Já no segundo semestre de 2016, Helder notificou que acontecerá a copa mundial de pesca esportiva realizada no Brasil, com a região norte novamente fazendo parte do calendário. Isto com patrocínio e apoio do ministério da pesca, e parceria dos ministérios do esporte e do turismo.

“Iremos fazer uma grande convergência de esforços institucionais, porque a pesca esportiva, mesmo sem apoio é uma potencia, se tiver apoio o Brasil será uma referência mundial”, disse Helder, “a pesca esportiva nos EUA é um grande vetor econômico e nós também temos este potencial, conte comigo prefeito Wagne Machado e demais prefeitos que têm no seu calendário a pesca esportiva, no próximo ano, se Deus quiser, estaremos novamente aqui para inaugurar, junto com o governo Wagne Machado, uma nova infraestrutura em Itaipavas, com apoio do governo federal”, afirmou . Helder.

O ministro anunciou também que hoje estará seguindo uma agenda em Goianésia, Jacundá e Tucuruí dando o pontapé inicial, com licenciamento ambiental, em um dos maiores projetos de piscicultura do Pará, que terá a capacidade de produção de 160 mil toneladas de pescado/ano, fato já considerado como um novo ciclo econômico para a o estado.

A conclusão do torneio gerou uma estatística de 615 peixes fiscados, num total de 17 espécies, sendo 122 da espécie jaú e 254 tucunarés, além de outras espécies. Para serem contabilizados na premiação a exigência, conforme regulamento, é de que o jáu tivesse a partir de 80cm e o tucunaré no mínimo 35cm. Os três maiores tucunarés apresentaram 53,5cm, 48,5cm e 48,5cm; já na categoria jaú apenas um peixe conseguiu ficar no páreo, apresentando 88cm.

“Não foram registrados nenhum acidente grave ou procedimentos maliciosos, registramos apenas uma única desclassificação de uma das equipes que navegava com peixe morto dentro da embarcação”, disse a equipe de fiscalização do Torpep. Ao todo foram 94 funcionários na organização e 79 fiscais de embarcação, além da Polícia Militar, Marinha do Brasil e Corpo de
Bombeiros.

Encerramento

O encerramento ocorreu no sábado, 27, com presença do prefeito Wagne Machado; do Capitão Sampaio, da Marinha do Brasil no Maranhão; do secretário municipal de Meio Ambiente Nivaldo Venâncio; do presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Canaã dos Carajás, Jean Carlos; do presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Piçarra, Marcos Rogério; e do deputado estadual Scaff.

A visita do Capitão Sampaio foi de orientação para que no torneio do próximo ano as equipes possam aprimorar os critérios de segurança, além de fazer a inscrição de suas embarcações junto à marinha, visto que algumas ainda não possuem a referido inscrição.

Nivaldo Venâncio disse estar orgulhoso com um evento desta magnitude e agradeceu a todos os pescadores que estiveram prestigiando e participando do Torpep, ele agradeceu também as autoridades que deram notório destaque ao evento. “Obrigado a todos, nosso Torpep foi um sucesso!” Disse.

Jean Carlos falou em nome do prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade, e também externou seu orgulho de poder presenciar uma das maiores manifestações esportivas e culturais da região, “hoje vocês são conhecidos a nível nacional, parabéns a todos os envolvidos com a realização deste evento”, destacou Jean.

Marcos Rogério disse que o Torpep significa muito para o município de Piçarra e há anos é uma tradição. “Nosso torneio consegue levar a pesca esportiva ao âmbito da conscientização ambiental, agradecemos a presença de todos”, disse ele. Já o deputado estadual Scaff também destacou que a pesca esportiva não só diverte, mas traz também a responsabilidade ao pescador. “Tivemos visitas importantes a este município, o que abrilhantou ainda mais esta festa tão linda, parabéns”, disse Scaff.

O prefeito Wagne Machado também agradeceu a toda a equipe que fez acontecer o Torpep, assim como os ilustres visitantes que ajudaram a promover a imagem do torneio Pará a fora. “Nosso foco é fazer com que todas as pessoas possam entender que na pesca esportiva é possível ser um pescador sem ser um predador, este torneio também tem este propósito”, explicou Wagne, “estou muito satisfeito com esta realização e principalmente com a fala do ministro Helder Barbalho que já determinou diversas contribuições ao setor pesqueiro e ao nosso anual Torpep, uma vez que o torneio já se tornou grande de mais para apenas o município de Piçarra realizar”, encerrou.

A noite de sábado ainda contou com apresentação de quadrilha junina e desfile, além, é claro, das premiações, sendo na categoria Tucunaré: 1º lugar equipe Fortaleza, de São Geraldo; 2º lugar equipe Los Compadre, de Eldorado dos Carajás; e 3º lugar equipe Os Aventureiros, de Piçarra. Na categoria Jaú o troféu ficou para a equipe Canaã, de Canaã dos Carajás.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu