Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

​Realizada 1ª Audiência Pública da Cultura de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Rediscutir as políticas públicas para cultura em Parauapebas. Este foi o objetivo da 1ª Audiência Pública da Cultura de Parauapebas, que aconteceu nesta quinta-feira, 05, na Câmara Municipal de Vereadores.

A audiência, que marcou o Dia Nacional da Cultura, comemorado no dia 05 de novembro, trouxe como tema “Cultura: um direito de todos”. Com o foco voltado para o fomento à produção local e gestão cultural como meio de desenvolvimento econômico e sustentável, a comunidade, autoridades, artistas e representantes culturais utilizaram a oportunidade para manifestar sugestões e encaminhar solicitações ao poder público e empresas.


“Audiências são ferramentas importantes para discutir e prestar contas à comunidade. Estamos abertos ao debate que possa proporcionar o que há de melhor para nosso município”, disse o chefe de gabinete da Prefeitura, Wanterlor Bandeira, que representou o prefeito Valmir Mariano no evento.

Durante seu pronunciamento, a secretária municipal de Cultura, Valdira Soares Goncalves, fez questão de esclarecer que cultura não tem atuação apenas em eventos e festas e citou a Escola de Música, o projeto de artesanato Mulheres de Barro como exemplo do trabalho desenvolvido pela secretaria e anunciou projetos que já estão em fase desenvolvimento e implantação como o Centro Cultural, que já possui área destinada à sua construção e o Museu de Parauapebas.

“Hoje, a cultura em Parauapebas abrange os quatro cantos da cidade. Temos artistas muito bons em Parauapebas em todas as categorias”, disse a secretária sugerindo um recadastramento de artistas junto à secretaria, para que o trabalho seja desenvolvido de forma ainda mais adequada dentro de cada segmento, “beneficiando os artistas da nossa terra”.

Segundo o conselheiro de cultura e também representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/Parauapebas), Rubens Pereira, para que a sociedade tenha uma transformação esperada e melhoria do seu próprio bem-estar, “é necessário que estado e município desenvolvam políticas públicas de qualidade. Estamos aqui para atuar como parceiros”.

O evento contou com a organização da Câmara Municipal e da Prefeitura de Parauapebas e apoio da Casa Lab. “Este é um momento ímpar para discutir cultura desde à cidade, o campo e indígenas”, avaliou o Presidente do Conselho Municipal de Cultura, Girlan Pereira.

Publicidade

Veja
Também