Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

104 anos da Assembleia de Deus reúne 20 mil pessoas em Belém

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A igreja foi fundada no dia 18 de junho de 1911, por Daniel Berg e Gunnar Vingren, missionários suecos que vieram com a missão de evangelizar no Pará.

Muito louvor, mensagens de fé, amor e esperança foram destaques da noite. Além da apresentação de grupos, representando as diversas missões da igreja, um missionário sobrevoou o local, encenando a volta de Cristo. Este ano o evento tem como tema Gratidão (a Deus), Comunhão (com os irmãos e cidadãos em geral) e Voluntariado (disposição para a servir à obra de Deus). O objetivo é proclamar a mensagem de Deus e despertar nas pessoas o interesse para a missão do voluntariado.


O culto foi conduzido pelo pastor Samuel Câmara, presidente da Assembleia de Deus no Pará que destacou em sua mensagem, a importância da igreja, seus membros e sociedade viverem o compromisso com a palavra de Deus. “Quando tudo falha, ainda há esperança se tiver fé em Deus”, revela.
Com um sentimento de gratidão, o Pastor Samuel disse que ficou emocionado em presenciar a alegria das pessoas durante a abertura. “ O entusiasmo, a fé das pessoas durante a celebração foi um momento muito forte e isso que nos contagia e nos motiva a seguir adiante”, destaca.

Para ele, a expansão da Assembleia de Deus que, em Belém possui 700 mil membros, e no Brasil 20 milhões, alcançando 55 milhões de adeptos em todo o mundo é o resultado da fé em Deus e das ações missionárias. “Cada membro da igreja é um missionário e essa dedicação de pregar a mensagem de Deus e ajudar ao próximo é o nosso bem maior”, define.

Caravanas de várias regiões do Pará vieram prestigiar o evento e também de outros estados brasileiros acompanham a programação. O pastor Ivan Bastos, presidente da Assembleia de Deus no Estado do Espírito Santo revelou que desde o 96º aniversário participa das comemorações. “A cada ano a programação está melhor e mais bonita. Fico muito feliz em fazer parte dessa história”, conclui.

Um dos momentos mais esperados será a reconstituição para relembrar a chegada dos fundadores da Assembleia de Deus no Pará. O evento acontece neste sábado (20), às 9horas, na escadinha da (Estação das Docas), no Porto de Belém, onde vão recepcionar aproximadamente 30 mil pessoas vindas de navios, todas vestidas em trajes do século XX. Depois todos seguirão em direção à praça da República, local onde os pioneiros ficaram por algumas horas. Após a visita, será realizada uma oração pela paz e pelas famílias. O evento é aberto ao público e já se tornou uma tradição, despertando a curiosidade de gente de toda a parte.

A expectativa para este ano é de receber um público de 100 mil pessoas durante as programações que encerram no sábado, (20), com culto às 19:00h, no Centenário Centro de Convenções.

A Assembleia de Deus em Belém, além da instituição religiosa que evangeliza, leva mensagem de paz e esperança às pessoas, tem como compromisso seguir o que diz às escrituras sagradas sobre a ajuda ao próximo. Presta relevantes serviços de assistência social, educacional e de comunicação, como distribuição diária de cestas de alimentos aos mais necessitados, alfabetização de pessoas, ajuda à creche e lar abrigo pra menores e o programa Desafio Jovem que trabalha a recuperação de dependentes químicos, dentre outras ações. Também é a fundadora da TV e Rádio Boas Novas e do Seminário Teológico da Assembleia de Deus, em Belém.

HISTÓRIA – No início do século XX, os suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, receberam em profecia a ordem de que tinham que pregar o evangelho num lugar chamado Pará. Ao pesquisarem num mapa, descobriram que era um local distante, localizado na Amazônia. Sem dinheiro e sem entenderem o idioma português, partiram de Nova York rumo a capital paraense. Eles desembarcaram em Belém, no dia 19 de novembro de 1910. Aqui conheceram o casal Henrique e Celina Albuquerque, que cederam sua casa para as reuniões pentecostais.

Depois de muitos encontros, finalmente, no dia 18 de junho de 1911, os dois suecos fundaram em Belém a Missão da Fé Apostólica, que sete anos depois foi registrada como Assembleia de Deus. “Eu diria que ninguém que planejasse algo tão grande escolheria uma cidade tão pequena e tão escondida da Amazônia, a não ser Deus. Isso demonstra o quanto essa cidade é amada por Ele e deve ser amada por todos nós”, ressalta o pastor da Assembleia de Deus em Belém, Samuel Câmara.

Publicidade

Veja
Também