Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

105 pessoas se manifestam como pré-candidatas ao cargo de Conselheiro Tutelar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Aldo Serra – Presidente do COMDCAP | Foto: Pebinha de Açúcar

Com inscrições abertas no dia 15 de abril com encerramento no dia 17 de maio, o edital para eleições de Conselheiros Tutelares de Parauapebas recebeu 105 inscrições, das quais, 24 foram indeferidas.

O prazo para que os que tiveram suas incisões indeferidas entrar com recurso, encerrou ontem quarta-feira (5), às 14 horas; e a comissão eleitoral tem até o dia 10, segunda-feira, para dar o resultado. Mesmo com o ganho por parte do interessado à vaga de Conselheiro Tutelar, a comunidade pode se manifestar contestando a decisão vindo, outra vez, tornar inapto o pré-candidato. Porém, a primeira fase encerra dia 28 de junho quando o COMDCAP divulga a lista dos aptos a entrar na segunda fase.


Em data posterior será aplicada avaliação dos candidatos devendo os aprovados receber autorização para iniciar sua campanha para capitação de votos a partir do dia 3 de setembro para a eleição que ocorrerá no dia 6 outubro.

Perfil dos candidatos

Podem participar como candidato a Conselheiro Tutelar pessoas de ambos os sexos que residam no município de Parauapebas há pelo menos três anos e tenham mais de 21 anos de idade; com Ensino Médio completo; comprovar que tenha trabalhado com crianças e adolescentes por no mínimo 12 meses; comprovar sua idoneidade moral através das certidões de antecedentes criminais.

Podem votar eleitores das seções eleitorais do município de Parauapebas pertencentes às 75ª e 10ª Zonas Eleitorais. “Esse ano as eleições dos dois Conselhos Tutelares serão feitas no mesmo processo, devendo ser empossados os 10 candidatos eleitos com melhor votação; e só depois ser feito a divisão entre eles de qual Conselho quer atuar”, esclareceu Aldo, detalhando que os locais das seções serão amplamente divulgados devendo, inclusive, ser feita a votação com o uso de urnas eletrônicas, dependendo apenas do parecer da Justiça Eleitoral para a cedência dos equipamentos.

“O COMDCAP está apenas fiscalizando para que a comissão eleitoral trabalhe de acordo com a RESOLUÇÃO/EDITAL N° 005/2019, que dispõe sobre o processo de escolha dos membros dos Conselhos Tutelares I e II do município de Parauapebas, para o mandato 2020/2023”, explicou Aldo Serra, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Publicidade

Veja
Também