Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Presidente do PSDB municipal apresenta executiva da ala da Juventude

Jovens, descolados, antenados, interessados em política e em construir um Parauapebas melhor. Esses foram os protagonistas que se reuniram na noite desta terça-feira (21) para dar encaminhamento à formação do Secretariado de Juventude do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Do encontro, realizado na sede do Diretório Regional do partido, participaram o presidente municipal do PSDB, José Rinaldo Alves de Carvalho (o Zé Rinaldo); o diretor regional do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Valmir Oliveira Pereira; e cerca de 50 jovens da sociedade civil organizada. Um coquetel foi servido aos participantes ao final do encontro.

Preliminarmente, o Secretariado de Juventude do PSDB em Parauapebas está composto por oito nomes, nas mais diversas funções. Conforme o estatuto do partido, a finalidade precípua do corpo juvenil é congregar filiados e simpatizantes que tenham em comum a conquista do eleitorado e a missão de incentivar o desenvolvimento na comunidade a que pertença.
Sob a sigla JPSDB, a coordenação executiva do Secretariado tem como presidente o comunicador Frank James. Como vice, está o jovem André Luís. Marcos Rocha, articulador político, é o novo secretário-geral do JPSDB, cujo tesoureiro é o jornalista Bariloche Silva.
Mário Fernandes foi eleito secretário de comunicação; Cleildo Sousa lidera a Comissão de Cultura; Noélli Sheldon preside a Comissão de Assistência Social; e André Moraes vai estar à frente da Comissão Evangélica.

CARGOS VAGOS
Como a executiva do JPSDB possui 19 cargos e, no momento, apenas oito estão ocupados, há 11 postos distribuídos em cinco comissões (Comunicação, Cultura, Esporte, Assistência Social e Evangélica), abertos aos interessados em fazer parte da ala jovem do diretório local. Para se informar de como participar do processo, o interessado – jovem, com idade entre 16 e 29 anos e com título de eleitor – deve procurar a sede do Diretório Regional na Rua Rio de Janeiro, sequência da Rua P, antigo Posto Pantanal.
No entendimento de Valmir Pereira, representante do Governo do Estado na região, a iniciativa do presidente Zé Rinaldo, de trazer os jovens à política, é um divisor de águas para o PSDB regional. “A nossa juventude precisa se politizar. Precisa aprender ser política, sem fazer politicagem. Quem não estiver antenado ao processo, participando, contribuindo, poderá ficar à margem de importantes conquistas coletivas e individuais”, observa.

Para o presidente do Diretório Regional do PSDB, cada jovem militante do partido desempenha papel de soldado e precisa saber coletar e entender os anseios da sociedade, para atuar em benefício desta. “Queremos de vocês, jovens aqui presentes, compromisso: que comecem este trabalho e deem continuidade”, pede Zé Rinaldo. “É necessário que a juventude que carrega nossa bandeira tenha orgulho de dizer ‘Eu sou do PSDB’. Contamos com vocês”, incentiva.

ESTATÍSTICAS

O JPSDB tem um batalhão a conquistar em Parauapebas e região agora em 2014. Só na “Capital do Minério” são 60.778 jovens, com idade entre 16 e 29 anos, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desse total, ao menos 70% possuem título de eleitor, sendo, portanto, potenciais eleitores.

“Vamos focar na adesão de jovens da nossa sociedade e, mais que isso, na manutenção desses jovens conosco, no JPSDB”, anuncia o presidente do JPSD, Frank James, segundo quem o objetivo da executiva da ala da Juventude é promover a interação desse público nas iniciativas do partido, de modo que todos comunguem da filosofia e da estratégia política peessedebista. “Jovens politizados são cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres, bem como de uma contribuição efetiva para o desenvolvimento de nossa sociedade”, encerra.

Reportagem: Assessoria do PSDB Parauapebas

SEMAS entrega alimentos, roupas e calçados à Defesa Civil

Duzentas cestas básicas, roupas, calçados e cobertores foram entregues à Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) na manhã desta terça-feira (21) pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

A doação é fruto da ação “Natal Social”, desenvolvida em dezembro de 2013 pela Semas. De acordo com a secretária Leudicy Leão, durante o período do Natal foram colocados coletores em pontos de grande movimentação da cidade, como no Centro Administrativo da Prefeitura de Parauapebas e shopping center da cidade.

“Fizemos esse pedido às pessoas, pois sabemos que em dezembro é forte o espírito de ajudar o próximo”, relata a secretária, acrescentando que os coletores foram colocados também em todas as secretarias municipais.

Já com os produtos arrecadados, o segundo passo foi acionar a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. “Entramos em contato com o coordenador da Comdec, Pedro Jaques, e informamos sobre a arrecadação e o interesse de doarmos ao órgão. Sabemos que nos meses de janeiro, fevereiro e março muitas famílias têm essa necessidade, visto que ficam desabrigadas por causa das chuvas”, reconhece Leudicy Leão.

O coordenador Pedro Jaques informou que a Semas é uma importante parceira do órgão. “Quero sensibilizar aos demais colegas, servidores públicos, que se mobilizem, participem dessa campanha e tragam doações. Estamos com uma previsão de inverno muito rigoroso e a ajuda de todos é muito importante. Nem todas as famílias atingidas pelas enchentes irão para o abrigo municipal, mas todas vão precisar de uma mão amiga”, destaca.

Quem tiver interesse em doar alimentos ou outros produtos, como roupas e calçados, basta entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone 3356-2597. “Vamos entregar esses alimentos, roupas e calçados às famílias que já estão desabrigadas e as que vivem nas áreas de riscos”, afirma Pedro Jaques.

Reportagem: Jéssica Borges / Foto: ASCOM/SEMAS

Inscrições do vestibular da UFPA para Parauapebas iniciam segunda-feira (27)

Direito: 50 vagas; Engenharia Civil: 45 vagas; Engenharia Mecânica: 45 vagas. E assim acaba de surgir o edital de vestibular da Universidade Federal do Pará (UFPA) com vagas exclusivas para Parauapebas.
O edital fala em 190 vagas, mas deve ser algum lapso matemático.

Inscrições
As inscrições no PSE 2014-2 serão admitidas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico http://www.ceps.ufpa.br, observado o horário de Belém/PA, no período compreendido entre os dias 27/01 e 10/02/2014. A taxa de inscrição será de R$60,00

Como será a prova:
No total, serão 55 questões de múltipla escolha e uma redação.

Quem é aprovado:
Os aprovados serão os candidatos que acertarem mais de 22 questões na prova de múltipla escolha e tirar mais de 4 pontos na redação, que vale de 0 a 10.

Veja aqui o edital: Clique aqui!

 

Prefeito Valmir Mariano supervisiona obras em curso

No último sábado (18), o prefeito de Parauapebas, Valmir Mariano, visitou algumas das obras que estão em andamento no município: duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros Jardim Canadá e Cidade Jardim, e o Serviço de Atendimento Móvel (Samu), também no Bairro Jardim Canadá.

Valmir Mariano ainda visitou as obras de duplicação da ponte que liga os bairros Beira Rio I e II, a ampliação de uma ponte na Rodovia PA 275, nas proximidades do loteamento Paraíso, que está recebendo uma nova ponte que o ligará ao Bairro da Paz. Na visita, o gestor municipal conversou com trabalhadores e encarregados, fez algumas observações para acelerar as obras e ouviu a opinião de populares.

Preocupado com o cronograma de entrega dessas obras à população, o prefeito deixou claro que fará outras visitas regularmente. “Pretendo estar em cada uma destas obras pelo menos uma vez por semana, até que as mesmas sejam concluídas”, afirmou Valmir Mariano.

Reportagem: Anderson George / Foto: Anderson Souza

OAB-PA pede apuração de suposta lista de pessoas marcadas para morrer em Parauapebas

Uma investigação rigorosa foi pedida ontem (21) ao procurador-geral de Justiça, Marco Antônio das Neves, e ao subprocurador adjunto, Jorge Mendonça Rocha, pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA), Jarbas Vasconcelos, sobre a existência de uma lista com nomes de pessoas marcadas para morrer em Parauapebas – entre elas o presidente da subseção da OAB naquele município, Jakson Silva, segundo matéria divulgada ontem ne imprensa local, regional e até mesmo nacional. Vasconcelos disse que teme pela vida do advogado e pediu empenho de Neves e Rocha para que o Ministério Público faça um trabalho “refinado dos fatos que envolvem, inclusive, políticos daquela região”.

Vasconcelos reforçou ainda a importância de uma ação conjunta entre o MP e a Secretaria de Segurança Pública (Segup). Segundo ele, o que a Ordem está apresentando agora – e reafirmando a necessidade de união de forças para investigar – é uma lista concreta de pessoas que, inclusive, já foram mortas, como o advogado Dácio da Cunha e um líder comunitário, ambos assassinados em novembro do ano passado. Eles eram ligados a um jornalista da região, também marcado para morrer, que sofreu um atentado na semana passada.

“Acreditamos que as informações têm fundamento. A situação está insustentável e por isso pedimos a urgente intervenção do Gaeco [Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado]”, ponderou o presidente da OAB.

Em resposta, Neves se comprometeu a encaminhar a denúncia ao Gaeco, mas deixou claro que precisa de mais informações nesse sentido. O MP deverá ouvir o presidente da subseção de Parauapebas, assim como terá acesso às ações populares movidas pelo advogado ameaçado. “Para afirmarmos se estamos lidando com uma organização criminosa, precisamos de mais informações”, disse o chefe do MP.

Além do presidente da OAB-PA, participaram da reunião o diretor-tesoureiro da Ordem, Eduardo Imbiriba, o presidente da subseção de Altamira, Joaquim Freitas, e o assessor jurídico da instituição, Rômulo Romeiro. A reunião solicitada pela OAB-PA ocorreu após denúncias divulgadas pela imprensa de Parauapebas e Estado do Pará, que afirma a existência de suposta lista de “marcados para morrer” no município.

Em ofício encaminhado ao promotor de Justiça e coordenador do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado, Milton Menezes, a OAB explica que a ameaça foi trazida à tona através do “disque denúncia de Parauapebas”, no último dia 10 de janeiro, e por meio de um bilhete deixado em um restaurante no município.

Mortes
No documento, o presidente da Ordem chama atenção para o fato de que, em matéria veiculada sobre o assunto, um dos integrantes da lista, o jornalista Wandernilson Santos da Costa, conhecido pelo epíteto “Popó” – que é um dos clientes do advogado Jakson, em ações judiciais relativas a atos de improbidade administrativa movidas contra o prefeito de Parauapebas -, foi alvejado por dois pistoleiros na manhã do último dia 13, ao sair de sua residência para ir trabalhar. Ele ainda está hospitalizado, mas fora de perigo.

A matéria também levanta casos de improbidade administrativa realizadas por alguns gestores do município. Uma cópia do ofício também foi enviada ao delegado geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino de Souza, pedindo que o fato seja incluído no recém-criado Gaer (Grupo de Atuação Especial de Repressão a Crimes de Representatividade) para atuar no caso.

A OAB também solicitou ao secretário Luiz Fernandes Rocha a inclusão do advogado Jakson Silva no Programa de Proteção a Vitimas e Testemunhas, tendo em vista que o objetivo precípuo do programa é a efetivação da justiça e o combate à impunidade e à violência. Hoje, às 11h, Vasconcelos terá uma reunião com o secretário de Segurança Pública para tratar do assunto.

Reportagem: DOL

Mesmo debaixo de muita chuva, X Corrida de São Sebastião foi um sucesso

O dia foi de São Sebastião, mas na corrida em homenagem ao padroeiro de Parauapebas, quem roubou a cena foi São Pedro. Mesmo assim, a forte chuva que caiu na manhã de segunda-feira, 20, não intimidou os competidores, que completaram os 9km (percurso masculino) e os 6km (percurso feminino) da prova com tranquilidade.
A largada ocorreu pouco tempo depois das 8h da manhã e em menos de 20 minutos os campeões das categorias masculina e feminina já cruzavam a linha de chegada. A segurança dos corredores, desde o Shopping até a Paróquia de São Sebastião, foi garantida pela equipe do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e Polícia Militar, com o suporte médico e ambulâncias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Corpo de Bombeiros.

Para o secretário municipal de Esporte e Lazer, Marcel Nogueira, a avaliação do evento é positiva: “Foi uma corrida muito boa, com nível técnico muito alto. O que a gente vê é que a cada dia está se transformando em uma competição que já faz parte do calendário esportivo não só do município, mas do Pará, com participação de atletas de outros estados”.

Mas a corrida não é apenas para competidores de alta performance, sempre há espaço para quem quer manter a saúde em dia. Dona Maria de Jesus, 59 anos, não treinou, mas mesmo assim obteve uma boa colocação na categoria Master feminino local. Ela comemorou a quarta posição e agradeceu o incentivo da torcida: “Foi muito bom as pessoas olhando, dando força, falando “vamos tia, vamos tia”, sempre o pessoal incentiva e isso é muito bom. Ajudou muito”.

Este ano a Prefeitura de Parauapebas assumiu a realização do evento, que continua contando com o apoio da Igreja Católica. Segundo a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) algumas melhorias já estão previstas para a corrida do ano que vem. Uma delas será a cronometragem com chip eletrônico, que agiliza a apuração do resultado e a cerimônia de premiação.

Reportagem: Diego Pajeú / Foto: Anderson Souza

Ladrões furtam 250 quilos de dinamite no Cedere I

Seis bandidos fortemente armados renderam os três vigilantes da empresa Geoterra, na estrada de acesso à vila Cedere I, a cerca de 20 quilômetros do centro de Parauapebas, e furtaram cinco caixas de dinamite, num total de 250 quilos. O furto do explosivo ocorreu na madrugada desta terça-feira (21).

Segundo a fonte, além da dinamite os ladrões levaram também um notebook pertencente a um engenheiro de mina contendo importantes informações sobre detonação de explosivos e ainda a quantia de R$ 4 mil em espécie.

Procurado pela reportagem na tarde desta terça-feira para falar sobre o assunto, o delegado Thiago Carneiro confirmou o furto dos explosivos, mas não quis tecer comentários sobre o assunto, afirmando que o caso está sendo apurado sob sigilo, para não atrapalhar as investigações.

Reportagem: Vela Preta / Waldyr Silva – Da redação do Portal Pebinha de Açúcar

Deixe seu comentário