Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Primeira noite do Seminário “Somos o Povo da Cruz”

A cada ano que se passa milhares de jovens perdem suas vidas no Carnaval, infelizmente. Com o propósito de evangelizar e buscar a presença de Deus, a Igreja Sara Nossa Terra realizou de 6 a 9 de fevereiro o Seminário “Somos o Povo da Cruz”, que teve como objetivo levar uma mensagem de esperança e fé aos mais de dois mil jovens que compareceram ao evento.

O Portal Pebinha de Açúcar esteve durante os quatro dias do Seminário realizado pela Igreja Sara Nossa Terra Parauapebas no Clube Juvenil e acompanhou de perto o evento que foi bastante produtivo e cheio de unção de Deus.
“Em minhas palavras, gostaria de agradecer a Deus em primeiro lugar e ao Portal Pebinha de Açúcar pelo apoio e parceria. Graças a Deus o evento foi sucesso total e Deus tocou no coração de várias pessoas”, disse o Pastor Presidente da Sara Nossa Terra, Edivaldo Alves de Sousa.

A cada ano que se passa milhares de jovens perdem suas vidas no Carnaval, infelizmente. Com o propósito de evangelizar e…

Publicado por Portal Pebinha de Açúcar em Quarta, 10 de fevereiro de 2016

Plantas de avenida no Bairro dos Minérios são arrancadas por vândalos

O plantio das mangueiras foi feita pela comunidade dos Minérios, em atividade conjunta entre a Associação dos Moradores do bairro e a equipe do Projeto de Trabalho Social (PTS) da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab).

O prejuízo do ato de vandalismo agora está com a administração municipal e a comunidade que, novamente, terão que refazer o plantio.  O cultivo das mangueiras faz parte de um projeto de urbanização do residencial, que está sendo executado pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Sehab.

 “É uma decepção se deparar com uma imagem dessa. Quebraram todas as plantas que a Sehab havia plantado junto com a comunidade na entrada do residencial dos Minérios”, desabafa Maquivalda Barros, secretária de Habitação.

O coordenador de Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Diego Almeida, informa que, apesar da parte superior das mangueiras ter sido arrancada, ainda há possibilidade de rebrota das plantas.

Qualificado como atentado ao patrimônio público e ao meio ambiente, quem for responsabilizado por um ato como esse fica passível de multa prevista no Código de Posturas do Município, Lei nº 4.283, de 31 de dezembro de 2004.

Reportagem: Jéssica Borges

Prefeitura de Parauapebas entrega nova estrutura da escola Ana Maria Machado

A escola, que foi doada ao município pela Fundação Vale, em 2013, funcionava como um anexo. “Uma das metas prioritárias do nosso governo é eliminar todos os anexos e estamos conseguindo.

Com as novas escolas, já reduzimos em mais de 77% os anexos. Não se educa criança se não tiver um ambiente propício; e eu primo muito pela qualidade das nossas obras, pois criança merece respeito”, disse o prefeito Valmir Mariano.

O gerente de Relações Institucionais da Vale, Luiz Veloso, relembrou o histórico da escola e agradeceu ao convite. “Em nome da Vale, quero parabenizar o prefeito Valmir Mariano e todos os que fazem a educação deste município. Estou satisfeito em participar desse momento, pois vemos que, apesar da crise, o governo municipal investe na melhoria da qualidade de vida da comunidade”, ressaltou.

Com a inauguração da nova estrutura, a Ana Maria Machado passa a ter oito salas de aula, sala de leitura, cozinha, refeitório, despensa, parquinho, bloco administrativo, além de ser acessível para receber alunos cadeirantes. “Estou muito feliz com esse novo espaço, pois aqui tem mais acessibilidade para meu filho, que é especial. No prédio anterior, ele não tinha conforto e nem espaço para locomoção”, elogiou Elane da Costa, mãe do aluno Elton Gustavo, de 5 anos.
A escola funciona em dois turnos, com atividades nos horários de 8h às 12h e de 14h às 18h, atendendo crianças oriundas também dos bairros Guanabara, Residencial Bela Vista, Jardim América,

São Lucas, Park das Nações I e II, Residencial Brasília, Park São Luiz, Bom Jesus, Jardim Planalto, Raio de Sol e Casa Branca.

A secretária da Educação, Leila Lobato, agradeceu a todos pela presença e reforçou o comprometimento da comunidade com a preservação do prédio. “Esta escola é de vocês. As crianças saíram de um prédio inadequado para um espaço totalmente estruturado”, destacou.

O evento contou com a presença da comunidade, dos alunos da escola, secretários municipais, servidores públicos, vereadores e imprensa.

O vereador Maridé, vice-presidente da Câmara Municipal, parabenizou ao governo municipal pela obra. “O prefeito Valmir Mariano construiu mais essa escola de qualidade que vai beneficiar mais de 50 mil pessoas desta comunidade e arredores. Como morador deste bairro, digo: muito obrigado, prefeito”, agradeceu.

Reportagem: Sara Dias

Concurso da PM abrirá oportunidades de empregos no Pará

André Soeiro, 24 anos, aproveita os últimos dias de relativa tranquilidade. A partir do fim do mês, quando for publicado o edital do concurso da Polícia Militar, segundo ele próprio, “a vida acabou!”. Hoje, o ex-professor de karatê, que concluiu o ensino médio em 2010, mas preferiu virar “concurseiro” em vez de tentar o ensino superior, estuda uma média de oito horas por dia. O concurso da PM terá o maior número de vagas já ofertado na área de segurança: 2.194. Além das duas mil vagas para soldados, serão 160 para oficiais combatentes e 34 vagas para oficiais. O salário inicial para os praças é de R$ 2.836,80 e para os oficiais, de R$ 5.859,24. A Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp) foi a vencedora do processo destinado à selecionar a instituição organizadora da seleção.

Quando sair o edital, André sabe que o ritmo nos estudos vai ter que ser acelerado, para que ele consiga uma das duas mil vagas ofertadas para soldados no concurso da PM. A segurança de um trabalho fixo, em meio à crise econômica e desemprego, é a sua meta. A avó de André passou dois anos implicando com o abandono do neto aos estudos, mas em 2012, André tentou o concurso para a PM pela primeira vez, sem sucesso, e motivou a família. “Com isso, ele já pode pensar no futuro. Ainda mais em uma profissão bonita como é a de soldado”, revela a avó Consuelo Soeiro, 84 anos.

O número de vagas é superior ao foi ofertado há três anos. “Pela necessidade de ampliação de efetivo policial, o governador Simão Jatene, em 2012, encaminhou leis à Assembléia Legislativa, ampliando o efetivo policial. Exatamente para permitir que houvesse, de fato, um planejamento permanente de ampliação da força de trabalho da PM, para combater a violência no Estado. Isso é parte das medidas de Segurança Pública que o Governo vem adotando, Então, com esse efetivo policial, a expectativa é que a cada ano nós possamos gradativamente ir aumentando o número de vagas”, complementou Alice Viana.

O candidato aprovado no concurso da PM passa ainda por um processo de formação no Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), que corresponde a uma das fases do concurso. O processo de formação varia de um a três anos, sendo um ano para os soldados e até três anos para os oficiais, dependendo das atividades que o militar vá desempenhar. Além da determinação nos estudos, portanto, André precisará de paciência para se ver, finalmente, em uma farda da PM, trabalhando pela segurança. “O que percebo é que a maioria dos profissionais está visando somente a parte lucrativa, não a parte profissional. Um dos fatores que me motivam é fazer o meu melhor como um soldado. Afinal, a cidade é a nossa cidade. Então, temos que fazer o melhor para ela”, declarou André, para orgulho da vovó Consuelo, sempre ao seu lado.

Deixe seu comentário