Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Ação Cidadania em Eldorado do Carajás oferece 1,6 mil atendimentos à população

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Moradores da Vila 17 de Abril, na zona rural de Eldorado do Carajás, município do sudeste paraense, tiveram acesso durante dois dias a serviços destinados à valorização da cidadania. Iniciada na manhã de sexta-feira (2), das 8 às 15 h, a ação prosseguiu neste sábado (3), das 8 às 13 h, na Escola Municipal Oziel Alves Pereira, reunindo diversos órgãos do Estado para viabilizar 1,6 mil atendimentos essenciais à população.

Aos 60 anos, Luiz Pereira dos Santos esperava há muito tempo por uma oportunidade para requerer a segunda via da carteira de identidade, já que não tem condições físicas e financeiras para deslocar-se até outros municípios. “Olha como eu era nessa foto; nem parece comigo. Vou nos lugares e ninguém aceita mais o meu registro porque é antigo demais. Mas é difícil conseguir o transporte, então deixava por isso mesmo”, disse o agricultor, segurando um RG emitido há mais de 30 anos. “Agora que renovei, vou atrás dos benefícios que tenho direito, porque preciso e faz falta pra mim. Tô muito agradecido por vocês terem vindo até aqui”, acrescentou Luiz dos Santos, referindo-se às equipes da Fundação ParáPaz, promotora da Ação de Cidadania, em parceria com as secretarias estaduais de Saúde Pública (Sespa); Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster); Polícia Civil e Defensoria Pública do Estado.


Foram oferecidos serviços nas áreas de saúde, cidadania, esporte, assistência social e jurídica, facilitando a regularização de pendências pelos moradores da Vila 17 de Abril e localidades próximas, e ainda proporcionando entretenimento, por meio do Projeto “Espaços Abertos”.

Welington Nascimento, 18 anos, tentava há quatro anos emitir a carteira de identidade. Após várias viagens sem sucesso, conseguiu o documento rapidamente. “Moro mais ou menos há 28 km daqui da Vila, e nunca deixei de tentar. Sempre que aparecia uma oportunidade eu ia atrás. Até deixei de ganhar o auxílio emergencial porque não tinha documento, e quando soube que vinha o pessoal do governo fiquei confiante que conseguiria. E consegui!”, declarou o lavrador.

Atendimento domiciliar – A comerciante Nilcilene Vidigal, 51 anos, chegou à escola em buscar de atendimento médico. Após realizar alguns procedimentos, ela pediu à equipe profissional que fosse até sua casa emitir a carteira de identidade de seu filho, Ernandis Vidigal, que completa hoje 26 anos. “Há mais ou menos um ano ele sofreu um assalto e roubaram todos os documentos dele. Desde então não sai de casa pra nada, tem medo de tudo. Eu faço tudo pra ele. Quando vi que tinha a possibilidade dele voltar a ter a identidade, nem acreditei”, disse Nilcilene. Um servidor da Polícia Civil foi à residência, coletou as digitais e cadastrou o rapaz. “Vocês não sabem a felicidade e o alívio que me deram hoje, dia do aniversário do meu filho. Não podíamos ter um presente melhor do que esse”, afirmou a comerciante, que ainda solicitou a segunda via da certidão de nascimento, que já estava deteriorada.

Situação parecida com a de Maria Cristiana Alves, 33 anos, que pediu ajuda para sua avó, de 86 anos, que está doente e não tem como se deslocar. “Não temos cadeira de rodas e condições de tirar ela daqui. Ela tá muito debilitada. O banco já estava recusando a identidade antiga porque a foto ainda era preta e branca. Fiquei feliz demais com esse apoio que recebi. Não tenho como agradecer”, declarou.

O coordenador da Ação Cidadania, Nilson Lima, ressaltou que “não medimos esforços para atender nossos usuários, mesmo que tenhamos que ir até a residência levar o serviço. Disponibilizamos servidores para o atendimento e garantimos o acesso à cidadania de quem quer que seja, analisando a necessidade particular de cada cidadão”.

Serviços – A ação itinerante fez o encaminhamento para a 1ª e 2ª vias da certidão de nascimento, 2ª via de certidão de óbito, orientação jurídica, consultas médicas com pediatra, ginecologista e clínico geral, além de aferição de pressão arterial, teste de glicemia e testes rápidos de sífilis, HIV e hepatites virais, com resultados prontos em menos de 20 minutos.

A Secretaria Municipal de Saúde de Eldorado do Carajás forneceu vacinas contra Tríplice viral, Influenza, Hepatite B, dT (tétano e difteria), HPV, Meningocócicas C e ACWY.

Publicidade

Veja
Também