Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Ação da Polícia Civil tira traficante de circulação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Alvo de investigação da Polícia Civil, sendo suspeito de tráfico de entorpecentes, Eliton Santos da Silva foi preso na madrugada desta quinta-feira (23).

A prisão ocorreu na casa do suspeito, momento em que foi revistado o interior da residência. A ação logrou êxito no dia em que Eliton teria recebido uma quantidade significativa de cocaína. Assim, foram encontradas no local as drogas escondidas, sendo 878 gramas de cocaína e 27 gramas de maconha.


A ação da Polícia Civil ocorrida em Parauapebas, sob o comando do delegado José Aquino, contou com a atuação dos investigadores Renan e Abraão. “Isso é reflexo das investigações de combate ao tráfico de drogas ilícitas em Parauapebas. Mal social que envidamos esforços para eliminar. Esse resultado soma com outros que já logramos êxito ao tirar de circulação e pondo atrás das grades traficantes ou pessoas associadas ao tráfico”, afirmou José Aquino, dando conta de que a Polícia Civil trabalha em conjunto em toda a região, já que a movimentação criminosa do tráfico tem rota que passa por vários municípios e as vezes até entre estados da federação.

Ainda de acordo com o delegado José Aquino, quando se fala de tráfico de entorpecentes, não se pode imaginar apenas pessoas consumindo drogas e se auto prejudicando, mas, de um ato que fomenta todo o “circuito criminoso”; pois, por causa da droga, muitos assaltos e até latrocínios são cometidos, armas são comercializadas, disputa por áreas, acertos de contas e queima de arquivos terminam em homicídios. “Por isso é preciso que a sociedade, bem como a polícia devam se empenhar no combate a esse mal”, explica Aquino, recomendando que, ao notar qualquer movimentação que se assemelhe ao ato de tráfico de entorpecentes, deve se fazer denúncia para que a polícia proceda investigação e coíba o ato antes que este ganhe força, se propague e cause maiores danos.

Publicidade

Veja
Também