Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Acusado de matar duas pessoas, Guarda Municipal é preso em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A prisão realizada pela Polícia Civil foi acompanhada pelo Subcomandante da Guarda Municipal de Parauapebas e pela Corregedoria da corporação, sendo efetuada na residência do acusado, onde, oportunamente, deu-se cumprimento ao mandado de busca e apreensão.

Trata-se de Marcelo Cláudio Ramos Moreira, preso no fim da tarde desta quinta-feira (4), em razão de ser apontado como o autor dos disparos que ceifaram as vidas de Francisca Justina de Carvalho e de José Nildo de Carvalho, fato ocorrido no dia 25 de maio deste ano, 2020.


GM Ramos – Acusado

 

Segundo informações da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, de lá pra cá, após receber notícias da ocorrência de um homicídio e feminicídio no Bairro Primavera, a Polícia Civil deu seguimento ao inquérito presidido pelo Delegado Felipe Freitas e as investigações apontaram que o crime teria sido praticado por Marcelo Cláudio Ramos Moreira.

No entanto o, agora preso, é Guarda Municipal, e deverá responder pelas duas mortes, já que, segundo consta no inquérito policial, Ramos teria agido motivado por ciúmes devido a um suposto relacionamento de Nildo com pessoa que lhe seria próxima; já o feminicídio de Justina teria sido apenas consequência das ações dela em busca de defender o filho.

Além da prisão do GM Ramos, foi feita busca e apreensão em sua residência onde foi encontrada e apreendida, além de outros objetos, a arma supostamente utilizada para a prática dos crimes.

Publicidade

Veja
Também