Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Adelson Fernandes confirma: “Estou legal com a Justiça Eleitoral e serei pré-candidato a prefeito”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“Este desafio não é novo para mim. Porém sei dos espinhos, turbulências e maremotos que enfrentarei. Mas, contudo, é em mar agitado que se formam bons marinheiros. Por isso venho aprendendo a navegar, a cada naufrágio; a caminhar com cautela, de tanto pisar em espinhos; e alçar voos, depois de tanta turbulência vivida”. Esse foi um trecho do discurso de Adelson Fernandes, durante uma entrevista coletiva realizada na última quarta-feira (25), nas dependências do Espaço Hollywood Eventos.

A coletiva contou ainda com a presença de representantes de vários partidos, entre eles, o presidente do PT, Parazinho; o presidente do DEM, Marcelo Catalão; Mardem, do PPS; Flávio Veras, presidente do PRP; e outras lideranças políticas e empresários.


Na oportunidade, Adelson agradeceu a presença dos diversos pré-candidatos a prefeito e seus respectivos representantes, garantindo ter ligado para todos e que os que não compareceram justificaram o motivo de suas ausências. Ainda de acordo com Adelson Fernandes, existe um acordo com os partidos que não compõem a base de apoio ao atual governo municipal nem à sua continuação através da reeleição do prefeito Valmir Mariano (PSD); e que todos estão trabalhando seus respectivos nomes para às vésperas das convenções se escolher entre eles um nome para ser de fato candidato.

“Tive também a preocupação de convidar a imprensa, pois ela forma opinião e contribui com a informação social”, cita Adelson, qualificando a imprensa de Parauapebas como consolidada.

O motivo da convocação dos representantes dos partidos para o encontro do PP, e da imprensa para a entrevista coletiva, ele justificou ser por causa dos fortes boatos de que ele não seria candidato a prefeito de Parauapebas por causa de problemas com a Justiça Eleitoral. Adelson diz acreditar que os tais boatos tenham se fortalecido em virtude de que sua campanha a deputado tenha sido prejudicada com a retirada de um documento mandado por alguém que tinha um interesse muito grande de tirá-lo de cena. “Em nenhum momento de minha vida tive qualquer impedimento. Quanto a isso estou muito tranquilo para falar”, resume ele.

Esta é a segunda vez que Adelson Fernandes (PP) enfrenta este desafio, a primeira vez foi em 2012. Além de disputar a cadeira do Executivo Municipal, ele foi candidato a deputado estadual em 2014 e teve dois mandatos de vereador no período de 2005 a 2012.

Garantia jurídica“Quanto a regularidade eleitoral, não há nada que impeça o Adelson Fernandes a concorrer a um cargo eletivo nas eleições municipais deste ano quando serão eleitos prefeito, vice-prefeito e vereadores, respectivamente”. A afirmações foi do advogado Josenildo dos Santos Silva, que diz ter buscado junto ao TSE todas as certidões necessárias, até mesmo algumas que não são exigidas pela legislação eleitoral dentro da atual Resolução que regulamenta todo o processo de registro de candidaturas, propagandas e todo o processo eleitoral deste ano. O advogado disponibilizou à imprensa presente na coletiva todos os documentos que comprovam o que foi dito. “Não há nada, absolutamente nada, que impeça a candidatura de Adelson Fernandes. Não há no TRE, TSE, TJE algum processo nem mesmo em tramitação”, garante o advogado.

O lançamento oficial da pré-candidatura a prefeito de Parauapebas de Adelson Fernandes acontecerá no mês de junho, onde na oportunidade o PP promete fazer uma belíssima festa.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também