Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Agentes de proteção intensificam fiscalização em prol da infância e juventude

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Neste final de semana, durante as programações das festividades juninas, os Agentes de Proteção da Infância e Juventude da 1ª Vara Cível e Empresarial / Infância e Juventude – Comarca de Parauapebas, em conjunto com a Guarda Municipal e policiais do 23º Batalhão da Policia Militar, realizaram atividades de orientação e fiscalização no Festival Jeca Tatu, ocorrido no período de 21 a 25, na Praça de Eventos – Bairro Cidade Nova.

Estiveram representando e atuando pela Vara da Infância e Juventude os agentes de proteção: Girlan Pereira da Silva (Coordenador Adjunto), José Carlos Silva do Carmo, Jenniffer Silva Berton, Manoel Oliveira Santis e Claristony Lira Silva (Tony).


Já os GM’s Diego, Barcelos e Nascimento atuaram pela Guarda Municipal de Parauapebas, sendo responsáveis pela coordenação das equipes de apoio e segurança.

Quanto a Polícia Militar que atuou com o suporte de segurança ostensiva, os militares escalados ficaram a disposição em caso de necessidade eminente conforme o comando do TEN. CEL. Pedro Paulo dos Santos Celso, que sempre se dispõe em apoiar as ações da Vara da Infância e Juventude.

Para o Coordenador Adjunto da Equipe de Agentes de Proteção, Agente Girlan Pereira da Silva, a participação e atuação conjunta da Guarda Municipal, Policia Militar e Agentes de Proteção da Infância e Juventude com o apoio de órgãos como a Policia Civil, Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, tem sido determinante para o sucesso dos trabalhos em prol de fiscalização em defesa dos direitos da infância e juventude no município de Parauapebas.

Já o Agente de Proteção Claristony Lira (Tony) lembrou que a ação de fiscalização foi realizada em atendimento e observância ao que determina as Portarias 002 e 030/2016 oriundas do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Parauapebas, destacando a importância da ação.

 

Durante todo a programação cultural, as atividades de fiscalização foram focadas em orientações aos pais e aos vendedores ambulantes, inclusive com constantes anúncios públicos, sendo registrados poucos incidentes.

Elogiando a organização do evento, os Agentes de Proteção informaram que farão constar em Relatório indicação para que a Juíza da Vara da Infância e Juventude proceda a emissão de orientações à Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas e a Secretaria Municipal de Cultura para que nos próximos eventos sejam observadas a Portaria da Polícia Civil quanto aos limites de horário no que tange a realização de atividades festivas públicas.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também