Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Agentes ganham Núcleo para atuar na saúde do bairro Casas Populares

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro Casas Populares, no município de Parauapebas, passam a contar com um Núcleo de Educação Permanente para executar suas atividades. O espaço, que irá ajudar no trabalho diário de orientação e prevenção feito pelas equipes, é dotado de equipamentos e materiais audiovisuais e fica na Unidade Básica (UBS) do bairro.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que esse tipo de trabalho, uma atenção básica com qualidade pode resolver até 85% dos problemas de saúde da população, o que beneficia não só o paciente, mas a rede de atendimento como um todo, inclusive, com a redução da espera por atendimento e superlotação em hospitais


Além da entrega do espaço, desde o início da semana, agentes comunitários de saúde, enfermeiros e técnicos recém-empossados pela Prefeitura de Parauapebas participaram de oficinas de capacitação. “Todas as capacitações e esses materiais ajudarão em nossa atuação pelo bairro, nas escolas e no trabalho de prevenção que desenvolvemos ao longo do ano com grupo de jovens, idosos, gestantes numa infinidade de temas”, diz a gerente da equipe de Saúde da Família do bairro, Neurama Santana.  

O trabalho realizado pelas equipes abrangem duas mil famílias no bairro. “Esse núcleo e toda capacitação irão ajudar a própria comunidade e o próprio município a trabalhar  melhor inclusive dentro do bairro, com educação permanente, promoção da saúde e a prevenção de doenças”, diz  a coordenadora das Equipes de Estratégias de Saúde da Família e Agentes Comunitários do município, Flavia Araujo.

Toda ação faz parte do projeto Ciclo Saúde desenvolvido pela Vale e Fundação Vale junto com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps), organização não-governamental sem fins lucrativos e a prefeitura municipal. “O objetivo de todos é apoiar profissionais da atenção básica na dinâmica que será empregada para conscientização junto às famílias assistidas e para o seu aperfeiçoamento profissional, o que resultará na melhoria da saúde da população”, diz a gerente de Saúde e Proteção Social da Fundação Vale, Livia Zandonadi.

No Pará, o projeto alcança também os municípios de Curionópolis e Canaã dos Carajás. No total, mais de 400 profissionais da área e da gestão pública já passaram por capacitação envolvendo aperfeiçoamento da prática clínica e no trabalho de prevenção de doenças e de combate à desnutrição e à mortalidade infantil.

Publicidade

Veja
Também