Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Alegando falta de pagamentos, prestadores de serviços interditam via de acesso à prefeitura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As informações se desencontram entre os prestadores de serviços e o Secretário Municipal de Urbanismo de Parauapebas, André Rosa.
De um lado os prestadores de serviço dizem que a Prefeitura lhes deve medições há pelo menos 1 ano, enquanto a SEMURB garante já ter pago à empresa que não repassou a eles seus dividendos.

Fato que provocou a interdição da via de acesso à Prefeitura Municipal de Parauapebas, no Morro dos Ventos, na manhã de hoje (15) e só foi liberada com a chegada do Secretário André Rosa que iniciou sua conversa com os manifestantes alegando que eles atrapalhavam o processo; tendo como resposta que eles queriam uma garantia, sendo que há 3 meses não recebiam nenhum valor.


Por sua vez, André Rosa detalhou que o contrato com a empresa que administrava o serviço foi rescindido exatamente porque não estava pagando os prestadores de serviços, mas que com o resíduo existente na conta, dará para pagar, porém é preciso que seja formalizado pela Procuradoria Geral do Município o que demora um pouco mais.

Contudo, de acordo com a Prefeitura, a partir de segunda-feira, 22, iniciam-se os pagamentos. “Vocês não ficarão sem receber”, garantiu André que ouviu como resposta de um manifestante: “Se não acertar nós voltamos a nos manifestar de novo”.
Dito isso os caminhões foram retirados pacificamente e a via foi liberada.

A empesa envolvida, de acordo como apurou a equipe de reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, é “Zé do Osso Coleta de Resíduos e Construção LTDA”, que se reuniu com a SEMURB, ficando acertado que após o pagamento da medição do mês de abril, daria a preferência para solução do pagamento dos salários atrasados dos funcionários, conforme lista repassada pela contatada. E que posteriormente, após a apresentação dos comprovantes de pagamentos dos funcionários pela contratada, serão prioritários os pagamentos atrasados dos fornecedores (locatários dos caminhões, máquinas e equipamentos).

O contrato com a referida empresa foi rompido e o Secretário André Rosa alerta para que os empresários tenham responsabilidade ao participar de licitação e não queiram entrar a qualquer preço evitando assim desgastes ao não conseguir executar o serviço contratado, além de problemas como esse.

Reportagem e fotos: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também