Além de pagar energia cara, clientes da Celpa sofrem no escritório da concessionária

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Filas intermináveis, a primeira para pegar a senha de atendimento; a segunda, esperar horas e horas para ser atendido.
Esta é a situação do atendimento no escritório das Centrais elétricas do Pará (CELPA), concessionária de energia que tem deixado muitos clientes por longos períodos a espera de atendimento.

Após denúncias chegadas à redação do Portal Pebinha de Açúcar, nossa equipe de reportagens foi conferir a situação na agência que fica localizada no bairro Beira Rio, em Parauapebas e deu conta de que a situação é realmente preocupante.


Não foi difícil conferir o tempo de espera de cada cliente. Um deles ficou 1 hora na fila para pegar a senha, que foi emitida as 10h43 e às 16h33 ainda não tinha sido atendido, ou seja, quatro horas de espera, somadas mais uma hora para buscar a senha, totalizam cerca de cinco horas.

A reclamação é geral, pois a maioria dos clientes alega ter outras coisas a fazer. Entre os reclamantes encontramos a dona de casa Gláucia Ramos, que diz ter ido lá apenas para pedir revisão em uma de suas faturas que tem tido aumento abusivo. “Deixei meus filhos na escola e vim para cá. Como o atendimento demorou mais que o esperado, tive que pedir outra pessoa para busca-los”, reclama Gláucia.

Já o mecânico, Adaías Ferreira, disse ter ido várias vezes e não poder esperar, pois tem muito trabalho a fazer e teve que parar por todo um dia para resolver o problema. “Vim negociar parcelamento de conta, algo simples que pensei levar apenas alguns minutos”, disse Adaías.

Outro que se surpreendeu foi Gerson Feitosa, ele chegou assim que abriu o escritório e já se deparou com inúmeras pessoas em sua frente. “Pensei que iria ser um dos primeiros a ser atendido, mas, pelo que vejo, terei que almoçar aqui”, relatou Gerson, sugerindo que a CELPA deveria servir almoço para os clientes.

 

Mas brincadeiras a parte, o caso é sério, e perdura, parecendo não ter, por parte da concessionária, interesse em solucionar. Ninguém da administração do escritório local atendeu nossa equipe de reportagens, alegando não ter autorização para falar.
A única orientação dada foi que há muitos serviços que podem ser feitos sem ir ao escritório, usando o número de atendimento da CELPA: 0800-091-01-96.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

veja também