Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Alunos da Escola Eduardo Angelim entregam duas toneladas de alimentos a famílias carentes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma grande ação solidária que jamais será esquecida pela população carente da periferia de Parauapebas. É assim que a Escola Estadual de Ensino Médio Eduardo Angelim encerra o ano, com seus alunos desenvolvendo a maior ação social da história do município. Os estudantes arrecadaram, recentemente, mais de duas toneladas de alimentos durante uma programação pedagógica e transformaram em, pelo menos, 150 cestas básicas, doadas ao longo da semana.

De segunda (14) a sexta (18), os alunos percorreram ruas de chão batido, na periferia da cidade, onde algumas famílias vivem em condições precárias, praticamente subumanas, muito distante da realidade de riqueza que faz de Parauapebas o segundo município mais pujante do Pará e o 35º mais rico do Brasil.


Em meio a imagens chocantes de um ambiente de muita pobreza, muita gente não tinha o que comer no almoço e no jantar. Não tinha até a chegada da caravana da escola, comandada pela diretora Ana Maria Sousa e a vice Adriana Valadares, que acompanharam os estudantes na entrega dos donativos.

“Eles quiseram fazer a entrega pessoalmente. Foi muito emocionante vê-los ali, ao lado de pessoas humildades, demonstrando um gesto nobre, que é a solidariedade”, declarou Adriana Valadares, emocionada em perceber que os alunos, também, emocionaram-se diante de cada realidade com que se depararam. De acordo com a vice-diretora, muitos não faziam ideia de que tão perto do asfalto, onde eles geralmente andam, vivem famílias que passam fome.

E Adriana tem razão. Aqui no município, 35% da população ainda estão em situação de vulnerabilidade social e 7% das crianças com idade até 14 anos correm o risco de passar fome na noite de Natal deste ano, conforme revelam números do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) a partir dos dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Num dos municípios mais ricos do país, 4,5% da população não têm um grão de arroz para comer, em pleno século 21.

MENTES BRILHANTES

A iniciativa faz parte do projeto “Mentes Brilhantes”, uma ação desenvolvida na escola para divulgar vida, obra e arte de gênios e intelectuais famosos da humanidade. O trabalho rompeu os muros da Eduardo Angelim e, a partir da gincana cultural que constava da programação, os alunos arrecadaram 2.500 quilos de alimentos Parauapebas adentro.

Segundo a diretora Ana Maria Sousa, pensando em tornar o Natal de tantas famílias carentes mais feliz, uma das sugestões do corpo docente da escola para promover uma ação solidária foi a arrecadação de alimentos não perecíveis. Os alunos engajaram-se na causa e conseguiram arrecadar muita coisa, latas de leite em pó, roupas e muitos brinquedos.

“Todo o corpo docente está muito feliz e satisfeito pela iniciativa dos alunos, de poder contribuir com a sociedade, para além do conhecimento que eles adquiriram durante a execução do projeto ‘Mentes Brilhantes’. A ação de cada estudante vai ter um impacto social que nem eles mesmos fazem ideia”, explica.

A escola encerra 2015 em alta na mídia, tendo sido divulgada em diversos meios de comunicação de Parauapebas. São os alunos da Eduardo Angelim dando frutos, sendo exemplo de responsabilidade social e fazendo a diferença na vida de centenas de pessoas neste Natal.

Reportagem: André Santos – Colaborador do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também