Amigos de homem morto contestam versão da polícia, em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Jorge da Costa Brandão, de 41 anos, é o homem morto num confronto com a Polícia Militar, em Parauapebas, no começo da madrugada deste terça-feira (19). A informação de refrega entre Jorge e polícia parte da própria PM.

Mas amigos da vítima, que preferiram não identificar, contestam a versão policial. “Duvido muito que o Jorge estava com alguma arma, não acredito”, ressaltou um amigo da vítima desde a infância.


Jorge da Costa era bastante conhecido na cidade, principalmente no Bairro Primavera, onde passou vários momentos da sua infância, adolescência e juventude.

Jorge foi morto após, segundo a polícia, ser abordado na garupa de uma motocicleta Biz de cor rosa, às proximidades da Policlínica no Bairro Jardim Canadá, e apontar uma arma aos Militares. Um comparsa dele teria fugido.

A polícia apresentou na Delegacia de Polícia Civil um revólver calibre 38 com duas balas deflagradas e duas intactas, além de papelotes de crack. De acordo os PMs, os objetos estavam com Jorge.

Publicidade

veja também