Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Anuário Mineral destaca os 110 anos de atuação da Hydro e suas operações no Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em uma edição bilíngue, com tradução para o inglês, a publicação vem com um capítulo especial sobre os 110 anos da Hydro, além de trazer uma radiografia completa do setor mineral no Pará.

No Brasil, também foi marcado pelo aniversário de 30 anos da Albrás e 20 anos da Hydro Alunorte, fábricas de alumínio e alumina, respectivamente, ambas localizadas no município de Barcarena, no Pará, que junto com a Hydro Paragominas, que completou oito anos em 2015, são um dos maiores exemplos de verticalização do estado.


Tudo começa na mina de bauxita no município de Paragominas, no Pará, que encerrou 2015 com a produção de 10.060.466 de toneladas base úmida (mtbu), a maior produção anual de bauxita desaguada de sua história. Além da bauxita que vem de Paragominas, pelo mineroduto, a Hydro Alunorte, a maior refinaria de alumina do mundo, também recebe a bauxita que vem da Mineração Rio do Norte, pelo porto de Vila do Conde.

A refinaria possui capacidade nominal de 6,3 Mt/ano de alumina. Parte desta alumina é exportada e outra parte alimenta a Albrás, que hoje é a maior fábrica de alumínio primário do Brasil. O alumínio, ainda na forma líquida, é fornecido para a empresa Alubar, cliente da Hydro em Barcarena, que o utiliza na produção de cabos, garantindo a verticalização do metal no Pará.

 

Publicidade

Veja
Também