Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Apenas 10% dos beneficiários do Bolsa Família em Parauapebas realizaram a pesagem obrigatória

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), até agora, apenas 10% dos beneficiários do programa Bolsa Família foram às Unidades Básicas de Saúde (UBS) e realizaram a pesagem obrigatória para a manutenção do benefício, segundo Juscileia Santos, servidora da Secretaria de Assistência Social e gerente do programa em Parauapebas.

O programa determina que a pesagem seja feita a cada seis meses e os beneficiários devem procurar os postos de saúde até o dia 20 de dezembro. Crianças de até 6 anos e mulheres dos 14 aos 44 anos e gestantes fazem parte do grupo que deve ter o peso registrado. Além disso, o calendário de vacinação deve ser atualizado para crianças de 0 a 7 anos da idade.


Outro requisito obrigatório para o programa é a frequência escolar de crianças e adolescentes que deve ser cumprida minimamente de acordo com a faixa etária, o beneficiário que não cumprir com as condições do programa, pode ter o benefício bloqueado.

No município de Parauapebas, existem cerca de 11 mil famílias cadastradas, que tem o perfil para participar do Bolsa Família, mas deste total, apenas 9.240 famílias recebem o benefício. A exemplo da moradora do Bairro Tropical, Maria da Conceição, 30 anos, mãe de três crianças. Para ela, o Bolsa Família é a única renda fixa em casa, o companheiro está desempregado, com receio de perder o benefício, já procurou a unidade de saúde para realizar a pesagem. “Eu já fiz, fui dia 12 de novembro fazer, porque eu sei que tem que fazer e me falaram que eu ia perder se não fizesse”, disse.

A Escola Municipal Domingos Cardoso, localizada no Bairro Casas Populares 1, reúne 824 alunos beneficiados pelo programa, em segundo lugar fica a Escola Municipal Faruk Salmen, localizada na VS10. De acordo com a Semas, essas instituições estão nas áreas com mais beneficiados: Complexo VS10 e Complexo Altamira.

Além do Bolsa Família, os beneficiários podem ter outros benefícios vinculados ao governo federal bloqueados. Caso as famílias tenham o benefício cortado, devem realizar a condicionante do programa para voltar a receber normalmente.

Reportagem: Jéssica Diniz / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também