Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Apontado pela polícia como chefe de facção leva a pior e morre com tiro no peito

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Seis pessoas, sendo quatro delas adolescentes, compondo uma organização criminosa, não se deram bem ao furtar vários objetos, além de fazer assaltos em diversos bairros de Parauapebas.

Um deles apontado pela polícia é Wallyson Silva de Jesus, de 18 anos de idade, que logo depois de preso, delatou onde estavam alguns objetos fruto dos roubos e furtos. Porém, ao chegar ao local, outro elemento identificado como Edmilson Cezar Kos Neto, que atendia pela alcunha de “Fon”, que segundo a polícia é membro de facção criminosa, recebeu a guarnição com disparos feitos com um revólver. Porém, com menos preparo que os policiais militares, foi alvejado por um tiro da arma usada por um dos membros da guarnição que, certeiramente tirou o criminoso do combate.


Ainda de acordo com informações da Polícia Militar, “Fon” já é conhecido no mundo do crime por tráfico de drogas, furtos e assaltos; e que o confronto se deu na Avenida Goiás, no Bairro Liberdade.

Os policiais detalharam ainda que a organização criminosa era estrategista em fuga e tinha em seu QG uma passagem secreta para acessar o local onde guardava o fruto dos crimes.

Os quatro adolescentes foram apresentados na 20ª Seccional de Polícia Civil, onde passaram por procedimentos judiciais.
Com o grupo foi encontrado celulares, um automóvel, e um televisor de 55 polegadas.

 

A polícia entrou em ação após denúncia dando conta de que os criminosos assaltaram uma casa em um bairro do Complexo de VS-10, porém, o grupo logrou êxito despistando a polícia e fugindo em direção ao City Park, onde escondeu o fruto do roubo. Mas, com a prisão de Wallyson, foi possível localiza-los.

Publicidade

Veja
Também