Após 10 dias de greve, Prefeito Valmir Mariano abre “mesa de negociação” com servidores públicos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta sexta-feira (10) completaram exatos dez dias que os servidores públicos municipais de Parauapebas, liderados pelos sindicatos SINTEPP e SINSEPPAR iniciaram uma greve geral no município. Ao longo dos dias, várias ações foram realizadas com o objetivo de a categoria ser ouvida pelo Prefeito Valmir Mariano (PSD).

Após muitas tentativas, no início da tarde de hoje (10), o Prefeito Valmir Mariano, acompanhado de assessores, recebeu uma comissão de servidores públicos que foi formada por representantes dos sindicatos que representam as categorias e iniciaram uma “mesa de negociação”. A reunião contou também com a participação de alguns vereadores, entre eles, Eliene Soares e Marcelo Parceirinho.


Sobre a greve

A decisão da Assembleia decretou greve geral dos servidores públicos de Parauapebas se deu, de acordo com a categoria, pelo descumprimento do prefeito Valmir Mariano, de vários acordos firmados com os servidores públicos, para pagamento do retroativo do reajuste salarial e vale alimentação, e pela falta de avanço na concessão do reajuste judicial para os servidores que não recebem.

Foi deliberado ainda pela Assembleia, que o retorno aos trabalhos só ocorrerá após o pagamento do retroativo do reajuste salarial e vale alimentação em uma única parcela; apresentação pela Prefeitura, do cronograma para pagamento do reajuste judicial; e reabertura imediata da mesa de negociação para avanço nas pautas individuais de cada categoria.

A qualquer momento postaremos uma matéria completa sobre a reunião entre os servidores públicos e o Prefeito Valmir Mariano.

Publicidade

veja também