Após agredir ex-companheira, homem é enquadrado na Lei Maria da Penha e vai parar na xilindró

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Everson dos Santos Taveira foi preso foi preso no início da madrugada de hoje (16), sexta-feira, acusado de ter agredido a ex-companheira de 24 anos de idade.

O caso se deu no Bairro Nova Carajás, onde uma guarnição da Polícia Militar foi abordada por um cidadão, relatando acerca de agressões físicas perpetradas pelo acusado; tendo o mesmo ainda causado danos numa motocicleta do comunicante.


O motivo, conforme relatou a testemunha, é ciúmes que Everson nutre da sua ex-companheira. A mulher, apresentando escoriações no braço e perna direita, causadas pelo agressor, foi localizada pela guarnição militar e, além de afirmar haver sido agredida fisicamente pelo ex-companheiro, contou que ele não aceita a separação e vem fazendo constantes ameaças a ela, bem como proferindo ofensas verbais e xingamentos.

A guarnição continuou à procura do acusado, cuja prisão foi efetuada após seu retorno ao imóvel, enquanto os policiais se encontravam no local sendo, inclusive, necessário o uso de algema, haja visto o elevado estado de embriaguez  que apresentava o acusado, bem como a agressividade, sendo conduzido e apresentado na 20ª Seccional de Polícia Civil onde foi enquadrado na Lei nº 11.340 (Lei Maria da Penha).

veja também